Luanda - Funcionários na província de Benguela, segundo a Radio Despertar, foram forçados a fazerem se presentes, esta Quinta feira, junto a ponte sobre o rio Catumbela para assistirem a inauguração da mesma que será feita pelo Presidente da Republica, Engenheiro José Eduardo dos Santos. Aquela emissora comercial passou estratos de um comunicado do governo provincial apelando as direções das empresas publicas no sentido de apoiarem com transporte os trabalhadores.

 

Fonte: Club-k.net/Radio Despertar

A população segundo a radio rejeita a “imposição” do regime. Entrevistado pela mesma, Francisco Viena (na foto), um prestigiado jurista na terra das acácias rubras disse que os funcionarios não são obrigados a comparecerem esta quinta feira junto a ponte da Catumbela. O mesmo baseou a sua argumentação com base em fontes constitucionais. Lembrou os transtornos causados a população que teve de esperar dois meses após a ponte estar concluída.


A associação OMUNGA que tinha uma palestra marcada no mesmo dia viu se, em ultima da hora, forçada a cancelar  a sua actividade a pedido das autoridades conforme fez saber do seu  blog (http://quintasdedebate.blogspot.com/)  e desejou boas vindas ao PR .

 

Consta na agenda presidencial, uma visita ao porto do Lobito e encontro com autoridades tradicionais e governamentais da província.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: