Luanda - O 7º congresso extraordinário do MPLA, anunciado no mês passado, está agendado para Junho deste ano, informou no Andulo, Bié, o secretário do Bureau Político do MPLA para a Política Económica, Salomão Xirimbimbi.

Fonte: JA

Salomão Xirimbimbi, que também é coordenador do grupo de acompanhamento do Secretariado do Bureau Político para a província do Bié, anunciou o alargamento do actual Comité Central, depois do congresso extraordinário.


As mudanças, de acordo com o político, prendem-se com o elevado crescimento do partido e a necessidade de garantir o reforço da estabilidade dos organismos de direcção central. “Nós somos milhões de militantes e o comité central tem de corresponder com esses milhões de militantes”, sublinhou.


O congresso extraordinário vai proceder à análise e discussão da estratégia do partido para ganhar as eleições autárquicas de 2020 nos municípios onde se realizar o pleito.


Segundo o dirigente, o Comité Central reúne-se em sessão ordinária em Março, em Luanda, para analisar os problemas relacionados com o fornecimento de energia eléctrica e água potável em todas as localidades do país.


A agenda política do MPLA para 2019 foi apresentada no sábado aos responsáveis e militantes dos comités provincial e municipais do Bié. O acto foi orientado no Andulo pelo primeiro secretário provincial, Pereira Alfredo, que pediu mais engajamento dos militantes no cumprimento do programa traçado pelo partido.


Na sexta-feira passada, a Direcção do MPLA efectuou, em todas as capitais de província, sessões de consulta aos comités provinciais, para auscultá-los sobre a pertinência da realização do congresso extraordinário.


Na sua 1ª reunião ordinária, a 25 de Janeiro, o Bureau Político assumiu o princípio de o MPLA realizar, neste ano, um congresso extraordinário, observando a sua conformidade com os fundamentos plasmados nos Estatutos, tendo como foco principal os desafios do futuro, que o Partido se propõe enfrentar e vencer.


No sábado, todos os comités provinciais realizaram actos de lançamento da Agenda Política do MPLA de 2019, acções que se estenderam para os municípios e distritos.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: