Icolo e Bengo - A direcção municipal de educação de Icolo e Bengo, em Luanda, encerrou a escola primária da localidade de Gonçalo, comuna de Kaculo kahango depois de um grupo de jovens ter agredido os professores logo após a uma partida de futebol.

Fonte: Angop
Fonte da administração local referiu que a escola foi encerrada no dia 30 de Maio depois dos jovens da comunidade de Boaventura terem agredido os professores por não concordarem com o resultado da partida de futebol.

Segundo a fonte, a escola permanecerá encerrada até que as autoridades municipais, incluindo a polícia, resolvam o conflito que deixa 150 crianças sem aulas há mais de uma semana.

Em declarações hoje, sexta-feira, à Angop, o professor Simão Bengui Culolo, que foi agredido depois da partida de futebol, disse que o conflito começou durante um triangular, organizado pelos docentes, onde os jovens da comunidade de Boaventura não aceitaram a derrota.

Por essa razão, os jovens iniciaram com agressões físicas e inclusive a destruição de portas e janelas das moradias dos docentes.

“ As jovens usaram catanas, paus e arremessaram pedras e nós tivemos que nos esconder”, desabafou o professor.

Por seu turno, o morador Albino Manuel reconhece que a situação não é boa e pede a intervenção para a resolução do caso.

Francisco Catocola, outro morador, confirma o sucedido e pede as autoridades policias para solucionar o problema para que as crianças retomem as aulas.

Os quatro professores, que leccionavam na única escola primária com duas salas de aulas da comunidade, foram transferidos para outras instituições de ensino em Catete e Distrito Urbano de Bela Vista, na comuna de Bom Jesus.

A localidade de Gonçalo está situada a sete quilómetros da sede comunal Caquengue e a 87 de Catete, sede municipal de Icolo e Bengo.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: