Luanda - Os promotores da Manifestação Contra a Farsa do Combate à Corrupção que vai ter lugar no Largo da Independência em Luanda com início às 9h30 e fim às 14h00 reiteram o convite feito a todos angolanos e a todas angolanas que são pacifistas, respeitadoras e respeitadores das leis justas e que amam a justiça e querem que haja seriedade e justiça.

Fonte: Club-k.net

Marcada para  sábado, dia 6 de Julho

Os promotores da MANIFESTAÇÃO (concentração) supracitada informam a opinião pública e todos e todas as interessadas em dela participar que as autoridades competentes para o efeito não apresentaram nenhuma objecção à nossa manifestação. Não existe nenhuma objecção quanto ao objectivo da manifestação nem quanto ao local público no qual ela terá lugar!


A manifestação (concentração no Largo da Independência) Contra a Farsa do Combate à Corrupção é justa e respaldada pela lei pelo que constitui obrigação constitucional e legal da Polícia Nacional assegurar que todos e todas que venham a exercer a liberdade de reunião e de manifestação o façam com inteira segurança, tranquilidade e paz social.


Os promotores desta Manifestação lembram ao Comando Geral da Polícia Nacional de Angola que muitos incidentes que têm ocorrido em várias manifestações não espontâneas – manifestações pacificas e comunicadas às autoridades competentes e publicamente publicitadas –, se devem ao crime de abuso de autoridade praticado por oficiais da Polícia Nacional e dos agentes sob suas ordens que, no cumprimentos de Ordens Superiores, antes do início das manifestações, em dissonância com a letra e o espírito da lei, impõe a alteração do local público e/ou do trajecto de marchas, entre outros actos ou omissões ilegais. A título de exemplo, até ao presente momento, um grupo de angolanos que pretende realizar uma manifestação sob o mesmo lema, Contra a Farsa do Combate à Corrupção, está a ser confrontado com o abuso de autoridade por parte do Governo Provincial de Benguela e do Comando Provincial de Benguela da Polícia Nacional. Esperamos que o Governo Provincial de Benguela e o Comando Provincial de Benguela respeitem a lei e que esse grupo de angolanos possa exercer a liberdade de manifestação no local por ele escolhido.

Os promotores da Manifestação Contra a Farsa do Combate à Corrupção têm a absoluta certeza que fazem parte de um grupo de milhões de angolanos e de angolanas que querem que o Estado recupere os milhares de milhões (biliões) de dólares roubados e responsabilize judicialmente, com igualdade de tratamento e respeito pelos seus direitos de arguidos, os suspeitos da prática de crimes de corrupção!


Acreditamos que a maioria dos magistrados judicias e do Ministério Público (procuradores) são probos. Todavia, os que tenham beneficiado da acumulação primitiva de capital, praticando crimes de corrupção, com respeito pelos procedimentos legais, têm de ser afastados dos tribunais e do Ministério Público (Procuradoria-Geral da República). Pode existir verdadeiro combate à corrupção com magistrados judiciais e do Ministério Público corruptos?


Os promotores da Manifestação Contra a Farsa do Combate à Corrupção AMAM Angola, AMAM as angolanas e os angolanos, por isso se batem para que o dinheiro roubado ao Estado seja recuperado para termos serviços públicos, hospitais, escolas, saneamento básico, emprego, bem-estar, desenvolvimento e progresso social de verdade!


Os promotores da Manifestação Contra a Farsa da Corrupção reconhecem, agradecem e incentivam os milhões de angolanos e angolanas, que não possam estar presentes nesta manifestação, a continuarem a fazer ouvir a sua voz junto dos seus amigos e amigas, familiares, por via das redes sociais e por outras formas pacíficas de expressão para que os poderes públicos corrijam os erros que estão a cometer. Juntos, com respeito pela leis justas, de forma pacífica, e sem desânimo, vamos conseguir que o combate contra a corrupção deixe de ser uma farsa!

Pelos Promotores,

Laura Macedo

 

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: