Alemanha - Os  bons políticos estão desiludidos e alguns deixando mesmo a cena política. Tornando, lamentavelmente, a cada dia, o campo de políticos despidos de ganância e arrogância mais pobre. E nós, que estávamos acostumados com a presença de lideranças fortes no contexto político, nos sentimos,  com a  passagem do tempo, cada vez mais carentes de pessoas com capacidade de liderar, de exercer influência, de apontar novos caminhos e novos rumos.


Fonte: Club-k.net

 

ImageÉ desanimador,principalmente para os da minha geração que ainda guardam em mente nomes de figuras como :( Azancot de Meneses,Eduardo Macedo dos Santos,Mário Pinto de Andrade,Matias Migueis, Viriato da Cruz,Franklin da Costa,António Pedro Benge, Ilídio Machado, Franco de Sousa, Fernando Coelho da Silva, Bernardo Joaquim Silas,Joaquim Pinto de Andrade,Amadeu Pimentel,Anibal Pedro,os manos Manuel e António Mandriz,Eduardo André Félix,Mário António Fernandes de Oliveira,Neves Bendinha,Cândido Tavares Pimenta ,Sebastião Gâmboa, Luandino Vieira,José Carlos de Almeida e,os homens  das células,do bairro :,Operário,Kaputo,Prenda ,Cemitério Novo,Rangel,Marcal e Ilha do cabo .Quem não se lembra de " Fernando António Pimentel no Rangel, que era conhecido por  Kangrima ? ) E outros tantos nacionalistas de quem, este MPLA ,maldosamente nem tem coragem de explicar aos nossos alunos,por questões políticas. Pior ainda,porque ,a maioria dos que se apresentam ou são apresentados  pelo MPLA,como possíveis lideres,ou seja sucessores,constituem a porção mais nojenta,dado aquilo que acumulam no seu verdadeiro ou falso currículo, e o que o povo sabe acerca da conduta corrupta dos mesmo.

 

A árida realidade actual, está difícil de aceitar, principalmente ,porque os que alcançaram o exercício de liderança  actual, são ladrões, fingidos e sem projectos que mereçam credibilidade de pessoas sensatas com o mínimo de educação. Com todo respeito àqueles que estão despontando no cenário político, buscando, logicamente, ocupar espaços antes desbravados por lideranças que se foram, o nosso sentimento é de orfandade. Afinal, onde estão as lideranças? Qual o motivo de tamanho afastamento ? Agora, os apaixonados vermelhos que não me venham,cá contar histórias da carochinha,realçando figuras que seus lugares deveria ser a cadeia,em qualquer país do mundo civilizado.

 

Antigamente, pouco se conhecia do dia a dia, da rotina, das deficiências das lideranças. Tudo era envolto em um desconhecimento quase absoluto a respeito da individualidade e dos aspectos negativos que constituíam a personalidade dos líderes. Chegava a haver até um certo mistério cercando essas pessoas, uma aura que atingia as raias da santidade e da devoção, principalmente da parte dos segmentos mais carentes. Em relação a Viriato da Cruz, por exemplo, havia, nascido no seio do grande público, um relacionamento praticamente de pai para filhos. Não  era a toa,que  Viriato da Cruz era tido com o “pai dos angolanos”.e mais popular do que Agostinho Neto, e na verdade tinha uma  visão mais global da realidade política angolana,do que o Dr. Agostinho Neto, figura que mereceu a minha admiração até um certo ponto.  O MPLA  prefere esconder ou falsear aspectos importantes históricos,talvez para  consolidar a glorificação de figuras que perderam o seu valor,desde o dia em que, de suas bocas saíram lagartos que  devoraram milhões de angolanos.

 

Hoje em dia, as coisas se passam de maneira diferente. Quando alguém mal ascende ao patamar da fama, com chances reais de ser encarado como uma nova liderança, os veículos de comunicação se encarregam, vasculharem ainda bem, a sua vida, de mostrá-lo por inteiro perante a opinião pública, exibindo com mais ênfase os aspectos negativos de sua personalidade, desconstruindo, com isso, o doce encanto que as pessoas passaram a lhe cultivar. Além disso, outros fatos se encarregam de demonstrar que não somente a cobertura da média em torno das personalidades faz a diferença nos dias actuais. E um desses fatos, se não o principal, diz respeito à tomada de atitudes e à defesa de bandeiras. Pois, hoje em dia, raramente, se vê alguém numa posição de destaque defendendo alguma causa. As personalidades de hoje são mais famosas pelas frivolidades que consomem do que propriamente pelas idéias que professam.Basta olharmos os nomes de figuras que são famosas deste governo,uma boa parte fiz muito lixo e escondeu maldades. Não  há dia que não se descobre que este,ou aquele quando foi isto,roubou ou matou,em fim,todos são acusados e ninguém é castigado. Falam do antigo ministro disto e daquilo, e curiosamente ,mesmo com provas tudo fica na mesma.

 


Na rotina dos famosos, o culto ao corpo, os passatempos estéreis, as mudanças constantes nos relacionamentos amorosos, e outras actividades igualmente não edificantes – mas, lamentavelmente, em permanente holofote na média – se encarregam de fazer a fama ,ser vivida sem compromisso social ,e em permanente estado de alheamento com a realidade. No campo político pior ainda. A esperteza, a corrupção, a roubalheira, a falta de conteúdo ideológico fazem das pretensas lideranças políticas modelos negativos para se seguir e para se espelhar. E o que mais incomoda nelas é a falta de tomada de posições. Ficam, na maior parte do tempo,  no muzongué, esperando o melhor momento para se posicionar e recolher, com isso, um bom dote de vantagens. É tempo, portanto, de saudades (pelos que se foram) e de espera no futuro. Por sinal, será um bom negócio cultivar a esperança?

 

Analisando-se o passado e presente actuação deste MPLA e ligações dos candidatos,enfrentamos um crucial dilema de escolha,qual delas será menos nefasto para o futuro da nação. A oposição quanto a mim,tem melhor carta de visita,porque o povo já está farto de falta de honestidade,carácter e tantas outras qualidades para que este MPLA,apresente um candidato credível. Vergonhosamente,alguns bajuladores também correram as ruas de Estocolmo,propondo o nome de Eduardo dos Santos ,para prémio Nobel.Meu Deus ,quem diria ?  Vejam só irmãos ! Até onde chegou a bajulação  nacional ?  Sobre essa matéria prometo escrever brevemente. Abraços para todos ,angolanos e amigos de Angola.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: