Luanda - Um grupo de militantes da UNITA enviou a redacção do Club K Angola um 'manifesto de apoio' a candidatura do deputado Adalberto Costa Júnior que vai concorrer ao cargo de presidência da UNITA. Os subscritos - cerca de 128 - garante o seu apoio total a este candidato que poderá ser o próximo líder dos maninhos. Leia na íntegra o documento.

Fonte: Club-k.net
“Não se pode insultar o Passado para se merecer o futuro” Dr. Savimbi”.

Membros, Militantes, Simpatizantes e Amigos da UNITA!
Compatriotas Angolanos!

O nosso glorioso Partido – UNITA, realiza o seu XIII Congresso Ordinário. Após a Liderança histórica do Dr. Jonas Malheiro Savimbi, um novo contexto de transição se impôs com o fim do conflito armado ao qual se  seguiram 16 meses de liderança do General Lukamba Paulo Gato, que deu corpo a conclusão dos acordos de Paz, a reunificação do Partido e a organização do IX Congresso que legitimou, por voto livre e secreto, uma nova liderança concretizando-se, assim, a transição efectiva e definitiva da UNITA para um partido político à luz do ordenamento jurídico angolano.

 

Com efeito, o IX Congresso elegeu o Dr. Isaías Samakuva que conduziu o partido durante os últimos 16 anos de afirmação da UNITA como uma força inapagável da história e da luta pela independência e pela democratização de Angola.

 

Nesta hora em que a UNITA consolida, cada vez mais, o processo democrático em prol de Angola, com a legitimação por voto livre e secreto, da sua liderança, agradecemos a estes ilustres filhos de Angola, acérrimos baluartes da UNITA, pelo empenho no cumprimento de tão árdua tarefa.

 

Respeitados Membros, Militantes, Simpatizantes e Amigos, futuros delegados ao XIII Congresso, Compatriotas Angolanos!

 

Fazemos lembrar que em 2003 na companhia de muitos dos nossos compatriotas, alguns dos quais já não se encontram entre nós, tivemos a coragem e tomamos a liberdade de indicar o Dr. Isaías Henrique Ngola Samakuva, encorajando-o a concorrer e apoiamo-lo. Volvidos 16 anos, podemos afirmar que valeu bem a pena a aposta.

 

Com a idade e a experiência política forjadas na escola da UNITA, por Angola e pelos angolanos, tudo arriscamos nesta longa epopeia. Por isso, e como sempre, só uma UNITA cada vez mais forte e mais capaz para enfrentar os desafios do presente e do futuro nos move.

 

Assim, nesta hora, nós os partícipes desta epopeia que, de Muangai, trespassou várias gerações de combatentes da luta pela independência e pela democratização de Angola, nas suas múltiplas frentes;

Imbuídos de uma forte esperança no engenho das gerações mais jovens e na sua capacidade para virar a página, pugnar pela coesão do partido e romper no País com a corrupção, o medo, a pobreza e o retrocesso a que milhões de angolanos estão voltados;

 

Nós os participes desta epopeia que de Muangai emergiu até aos nossos dias, declaramos a importância da candidatura de Adalberto Costa Júnior. Adalberto Costa Júnior tem história de participação na luta da UNITA, e vem fazendo um longo percurso de militância constante e consequente e tem contado com o reconhecimento e a confiança dos angolanos dentro e fora do Partido.

 

Vamos elege-lo Presidente da UNITA. Fazemo-lo, porque confiamos nele, tal como o Presidente fundador Dr. Jonas Savimbi e o Presidente cessante, Dr. Isaías Samakuva, nele confiaram diversas missões de capital importância para a sobrevivência e o desenvolvimento do projecto UNITA que desempenhou com patriotismo, zelo e dedicação.

 

Fazemo-lo por reconhecermos-lhe atributos que correspondem aos desígnios dos desafios do momento, que a UNITA enfrenta, e porque temos a certeza que estamos todos prontos e que em torno do princípio da Direcção Colectiva, a causa dos angolanos triunfará.

 

Assumimos este compromisso porque Adalberto Costa Júnior tem provado ser um militante leal aos interesses da UNITA e as suas virtudes superam os seus defeitos, facto provado, pelo mérito, no desempenho das mais distintas funções partidárias.

 

Membros, Militantes, Simpatizantes e Amigos da UNITA!
Compatriotas Angolanos!

Adalberto Costa Júnior é a nossa aposta porque é chegado o tempo de promover uma liderança mais jovem que projecte o partido para o futuro, e ele nos garante que formará a ponte entre a experiencia e a sabedoria dos Mais Velhos e a perspicácia e a irreverência da Juventude a quem pertence não só o porvir, mas também a garantia da continuidade do projecto comum por ANGOLA.

 

Assim, em representação dos milhares de militantes da UNITA, no país e na diáspora, e de Angolanos que comungam desta visão, subscrevemos o presente manifesto de encorajamento e de confiança, em Adalberto da Costa Júnior, do qual esperamos que com o patriotismo, zelo, dedicação e desempenho que lhe caracterizam abrace a nova missão a qual propomo-nos partilhar com toda a responsabilidade e serviço à UNITA e por ANGOLA.

Luanda, 18 de Setembro de 2019

Os subscritores:
1. José Samuel Chiwale;
2. Ernesto Joaquim Mulato
3. Arlete Chimbinda
4. Mártires Correa Victor “Kavula Ndungue”
5. Beatriz kokelo kakunda
6. Demóstenes Chilingutila
7. Isaías Chitombi;
8. Anita Jaime
9. Horácio Junjuvili
10. João Batista Vindes
11. Luciana Rafaela
12. Jardo Muekália;
13. Piedoso Chipindo Bonga
14. António Manuel Urbano “Chassanha”
15. Mário Chilulu Cheia;
16. Georgina Clara Sapalalo
17. João Vaikeni
18. Horácio Sikola
19. Fernando Dito
20. Anabela Pena
21. Armindo Cassessa;
22. Júlio Fausto
23. Salomé Epólua;
24. Aníbal Candeias “Kilé
25. Teodoro Eduardo Torres Kapinãla
26. Alcina Junjuvili Mateus
27. Cipriano Kauindima Chipipa
28. Faustino Mumbika;
29. Américo Chimina;
30. Alzira Maria Fernandes
31. Alcino Kuvalela
32. Manuel Correia;
33. Álvaro Mussili
34. Rosália Nené
35. Júnior João;
36. Augusto Liahuka Lutock “Wiyo”
37. Celênia Njolela Chipenda
38. Lázaro Kakunha;
39. Figueiredo Mateus
40. Edna Marília da Costa e Silva
41. António P. Kangombe;
42. António Aires de Carvalho Chipenda;
43. Sandra Cristina Kalofele
44. David Kokelo
45. Arlindo Samuel “Samy”
46. Alcino Gomes Luakuti;
47. Clarinda Mayer Alcaim
48. Madaleno Tadeu
49. Manuel Domingos da Fonseca
50. Ezequiel Domingos Henriques “Chipongue”;
51. Benvinda Chimuma Noé;
52. Peregrino Isidro Wambu Chindondo
53. Emiliano Sikonekeny;
54. João António Toy
55. Domingas Mira
56. Arlindo Praia Sikato
57. Amadeu Chiteculo
58. Maurílio Luyele;
59. Alice Sapalalo;
60. António Matias C. Liahuca
61. Auxílio Martelo;
62. Ermelinda Maria Vongula
63. Herculano Kachove
64. Irene Gabriela Madeira 5
65. Fernando Isaías Camutali
66. Fonseca Emanuel Chindondo
67. Francisco Peixoto;
68. Julieta Sikola;
69. Andrade Pedro Polo
70. Margarida Marcelino Tchendes
71. Mariano Costa Chindombe;
72. Emanuel Lopes
73. Claudete E. Njunjuvili Liahuca
74. Renato Campos Mateus
75. Victor Fernandes “Tucha”;
76. Victorino Domingos Hossi
77. Blandina kokelo
78. Januário Mussambo;
79. Orlando Alves Luakuty;
80. Helena Mbundo Mulato
81. Josué de Almeida Marques Sopa
82. José Manuel Vergueiro de Carvalho;
83. Alfredo Kambinda;
84. Lili Violeta Chilingutila;
85. Firmino Domingos Sachitula
86. Daniel Munganga;
87. José Gouveia Moniz ;
88. Kwayela Moreira
89. Lukas Lukondo;
90. Armando Sakala Vango
91. José Rodrigues Kiteculo
92. Ilda C. Lucélia Buta
93. Fernado Uliengue
94. Enoque Epalanga
95. Horácio Nsimba Paulo Afonso
96. Dinamene Celeste Nascimento
97. Fernando Pambassangue “Good”
98. João MBambelo Sakato
99. Ester Chitombi
100. Leonardo Júnior de Carvalho Chipenda
101. Luyana Ginga Sakaita
102. Américo Valeriano Trigo
103. Amílcar Chieva Candeias;
104. Domingas do Nascimento Mateus
105. Nelson Custódio
106. Armando Filipe
107. Eduardo Vasco Praia
108. Mbombe Nsito
109. Justinho de Carvalho “Titinho”
110. Esperança do Nascimento Fonseca
111. Daniel Letala Chindunduma
112. Esmaiel M. Seteko Sakaita Savimbi
113. Esperança Kassova Fonseca;
114. Jorge Yonuma;
115. José Gavino
116. Laurentino Candeias
117. Maria José Simões dos Santos Sachitula
118. Namunganga;
119. Nuno Alvares Pereira Sanjivala
120. Paulo Costa Chindombe
121. Feliciano Bonga;
122. Rodrigues Soares
123. Tenda Pedro Mamona
124. Inácio Kapa Colino
125. Mariano Costa
126. Félix Inácio Chissingui;



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: