Luanda - O antigo Secretário Geral do MPLA, Julião Mateus Paulo “Dino Matross”, 76 anos, manifestou um certo desconforto  para atender a um convite que a Primeira Dama, Ana Afonso Dias Lourenço lhe formulou para tomar um chá familiar, no palácio presidencial. “Matross” é membro da família Dias dos Santos, e por conseguinte, primo  da Primeira dama angolana.

Fonte: Club-k.net

O desconforto  que apresenta é associada a magoas por se sarar, desde que foi afastado sem previa consulta das responsabilidades que ocupava no Bureau Político do MPLA, a margem do VI Congresso Extraordinário. É-lhe também atribuído um alegado inconformismo ao tratamento que as novas autoridades prestam a família do antigo líder José Eduardo dos Santos.

 

É geralmente citado como militante de uma linha de correligionários de José Eduardo dos Santos, com quem se cruzou no exterior do país ao tempo da guerrilha. Com a saída de JES da Presidência da República, em 2017, “Matross” fez parte dos veteranos que subscreveu um manifestado que pressionava o antigo Chefe de Estado a entregar a ceder a liderança do partido a João Lourenço. Porém, tao logo que Lourenço foi eleito novo líder do MPLA, afastou todos os veteranos que o ajudaram resultando em sentimento de “traição”.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: