Luanda - O Secretario Provincial da UNITA, no Kuando Kubango, Adriano Abel Sapiñala anunciou neste domingo (3), por via das redes sociais, o seu apoio a candidatura de Adalberto da Costa Júnior para liderança do “Galo Negro” ao próximo congresso partidário.

Fonte: Club-k.net

“O prometido é devido”, assim escreveu nas redes sociais o politico anunciando que tal “como havia garantido que anunciaria publicamente o meu candidato favorito para a corrida ao cadeirão máximo da UNITA, venho por esta informar a todos que suspendi temporariamente a minha função de Secretário Provincial do Cuando Cubango, para participar de forma activa na campanha do Candidato Adalberto Costa Júnior e aceitei o convite que me foi feito por ele para ser o Porta-voz da sua candidatura pelo que, a partir de agora entro em campo de forma aberta e em apoio ao Candidato nr 3”


Citando o líder fundador da organização Jonas Savimbi, o também deputado Adriano Sapiñala lembrou que “Cada etapa de luta - exige um pensamento adequado” e que a sua escolha “é livre, militante, responsável, consciente e democrática”.

 

Para além de mais de 200 reações que o anunciou mereceu, o jornalista e analista Nelson Francisco Sul comentou o tema do congresso do maior partido da oposição angolana lembrando que “Os militantes da UNITA deviam meter uma coisa na cabeça: os 5 candidatos têm potencial para liderar o partido fundado por Jonas Savimbi e mais 17 dirigentes, entretanto, apenas um, dentre os cinco aspirantes à sucessão de Isaías Samakuva, seduz o eleitorado externo. Dito de outro modo, diante dos desafios eleitorais que se avizinham, autárquicos e gerais, o mais determinante não são os votos dos militantes, na medida em que [e isto não devia constituir segredo para os dirigentes e militantes do "Galo Negro"], o voto externo é o determinante para se chegar ao PODER. Tudo o resto são ambições pessoais e de grupos”


O Congresso da UNITA acontece no próximo dia 15, e nele concorrem mais quatros prestigiados quadros do partido como o Vice-Presidente Raúl Danda; o porta-voz, Alcides Sakala; o vice-Presidente da bancada parlamentar José Pedro Kachiungo e o lendário general José Abílio Kamalata Numa.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: