Luanda - Ponto prévio: De nome completo chamo-me Alcibíades Sebastião Efraim Elavoko Kopumi. Sou um cidadão, maior de idade e em pleno gozo das suas faculdades mentais, dos seus direitos e deveres.

Fonte: Club-k.net

Quem me conhece sabe que não me escondo por de trás de máscara. Assumo na plenitude a responsabilidade de TODAS as minhas palavras, actos ou omissões. Portanto, quem quiser rebater, concordar ou discordar comigo dirija-se a mim e somente a mim. Terei muito gosto de conversar com qualquer interessado de acordo com a modalidade e nível por si definidos.


Olopandu!

O candidato Adalberto Costa Júnior tem no seu programa a pretensão de vir a criar uma Fundação Jonas Malheiro Savimbi, caso fosse eleito Presidente da UNITA.


Tenho conhecimento de que este é um projecto da família biológica do Dr. Savimbi, já em fase muito avançada, que já começou com a criação, pelos filhos, em Paris, da Associação dos Amigos de Jonas Malheiro Savimbi.


Inclusive já se projectou a sede a referida fundação que é a Casa Branca, residência oficial do Dr. Savimbi no Huambo, destruída em 1993, por potentes bombas lançadas a partir do ar pela aviação do governo do MPLA.


Com a realização do funeral do Dr. Jonas Malheiro Savimbi na Lopitanga, surgiu a segunda hipótese de se erguer aí a sede da aludida fundação.


No entanto, o que maioria esmagadora de militantes da UNITA e dos angolanos no geral não sabem é que o deputado Adalberto Costa Júnior é presidente da FUNDAÇÃO AD GLORIAM, inspirada pelo próprio Dr. Savimbi nos anos 90, cuja criação só ocorreu em 2013/14, sob o impulso do Presidente Samakuva, no cumprimento daquela orientação estratégica do Velho.


São Curadores e fundadores da Fundação Ad Gloriam a mãe Márcia Pascoal, o Dr. Belchior Kanguia, eu, Alcibíades Kopumi e o malogrado Eng° Mines Tadeu.


O Presidente Samakuva, por via de um Despacho, por conveniência de serviço nomeou o deputado Adalberto Costa Júnior para presidir aquela importantíssima fundação que, de entre outras, passaria a titular TODO O PATRIMÓNIO tangível e intangível da UNITA.


Passados quase sete anos, a fundação vegeta em papel, o seu presidente não foi capa sequer de convocar e realizar uma única reunião!


Portanto, vir agora dizer que quer criar uma fundação Jonas Malheiro Savimbi só pode mesmo ser uma tentativa de brincar com as emoções dos militantes da UNITA para os manipular.


Um dos motivos porque o presidente da FUNDAÇÃO AD GLORIAM nada fez para lhe dar vida prende-se com o facto de ele próprio e muitos Mais Velhos que o apoiam serem faltosos e incumpridores de uma orientação saída da Comissão Política, sobre a alienação de algum património (residências cedidas ao Partido no âmbito dos Acordos de Paz), entregues a dirigentes do Partido, por inerência das funções que na altura desempenhavam.


É importante referir que a Comissão Política apenas procurou viabilizar o pedido feito pelos próprios ocupantes, de modo a conferir-lhes a legítima posse, mediante pagamento, através da renda resolúvel, do exacto valor daquelas residências à data da sua entrega em 2003, o que, praticamente representava um valor residual, tendo em conta a exponencial valorização que o sector imobiliário conheceu nos anos subsequentes.


Alguns fizeram fortunas arrendando as residências por si ocupadas e uns poucos tiveram o atrevimento de vender coisa alheia!


Eu fui na altura Secretário Nacional para a Auto-suficiência do Partido em nome e representação do qual celebrei Contratos de Promessa de Compra e Venda dos referidos imóveis e o deputado Adalberto Costa Júnior, simplesmente se recusou de assinar.


Outros dirigentes assinaram os respectivos Contratos, com devido reconhecimento notarial, mas não pagam.


Devo aqui, publicamente reconhecer e elogiar a atitude cívica e patriótica do Gen. Lukamba Gato, do Eng° Vitorino Nhany, do Dr. Alcides Sakala, dos Mais Velho Franco Marcolino Nhany, Eliote Ekolelo e outros que não me vêem agora à mente, que foram pagando de forma regular e muitas vezes antecipada e, julgo já terem pago ao Partido as suas residências.


Um indisciplinado que deliberada e ostensivamente desobedece uma orientação da Comissão Política, o segundo órgão de direção da UNITA é que vai ser seu presidente?

Avoyo, capua ovoko, mba!

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: