Luanda - Sob a direcção do Senhor Isaías Henrique Ngola Samakuva, Presidente da UNITA, o Comité Permanente da Comissão Política da UNITA reuniu hoje, dia 7 de Novembro de 2019, a sua 52a reunião extraordinária que foi totalmente dedicada a diversos aspectos relativos aos preparativos do XIII Congresso Ordinário do Partido.

Fonte: UNITA

1. O Comité Permanente recebeu o relatório detalhado do decorrer das Conferências Preparatórias Provinciais, com destaque aos debates sobre as teses e ao que diz respeito à eleição dos delegados ao XIII Congresso do Partido.


2. O Comité Permanente regozijou-se pelo êxito alcançado com este exercício que de uma maneira geral decorreu conforme programado e regulamentado, tendo, entretanto, lamentado o relato de irregularidades ocorridas na Conferência Preparatória do Kwanza Sul. Assim, o Comité Permanente ordenou a repetição do processo eleitoral dos delegados dessa Conferência Provincial, de forma a conformar todo o processo à lisura exigida e aos marcos das normas estabelecidas para o efeito.


3. O Comité Permanente foi igualmente informado sobre o posicionamento dos militantes do Partido no decorrer dos debates realizados sobre as 21 Teses que lhes foram submetidas para discussão nas Conferências Preparatórias. A este respeito, o Comité Permanente congratulou-se pelo elevado nível de responsabilidade e maturidade política demonstradas pelos conferencistas e recomendou que a Comissão Política submeta ao plenário do XIII Congresso Ordinário as conclusões de todas as 21 teses para as decisões finais que competem a este órgão supremo do Partido.


4. Finalmente, o Comité Permanente foi também informado pela Comissão Organizadora do XIII Congresso Ordinário, do nível de prontidão dos trabalhos preparatórios por si realizados e foi com muita satisfação que tomou conhecimento de que tudo estava a decorrer da melhor maneira possível, garantindo assim o arranque do XIII Congresso Ordinário na data prevista.

Luanda, 7 de Novembro de 2019
O Porta-Voz do Congresso
Ruben Sicato



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: