Luanda - O avançado Manucho Gonçalves terá de se retratar para regressar à selecção nacional de futebol, que prepara a disputa do 27º Campeonato Africano das Nações (CAN) entre 10 e 31 de Janeiro de 2010, nas províncias de Luanda, Cabinda, Benguela e Huíla.
 

Fonte: Angop


ImageA informação foi prestada hoje em conferência de imprensa pelo seleccionador Manuel José, adiantando que o futebolista teve uma atitude reprovável durante o estágio dos Palancas Negras em Portugal, em vésperas dos amistosos com Malta (2-1) e Camarões (0-0).


 
O técnico explicou que, além de chegar atrasado à concentração que motivou a dispensa nos dois últimos desafios, o jogador do Valladolid da primeira divisão espanhola não se justificou ao treinador e dirigiu-se aos treinos sem autorização.


 
"O Manucho e o Flávio atrasaram e foram afastados do grupo que disputou os dois jogos anteriores. Mas o Flávio justificou-se, embora eu não tenha aceitado a justificação. Já o Manucho não deu satisfação e ainda queria treinar sem falar comigo, sabendo que quem autoriza sou eu", frisou.


 
Em função desta atitude, Manuel José condicionou o regresso do avançado à selecção a um pedido de desculpas, considerando a postura do melhor marcador de Angola no CAN2008 (4 golos) falta de respeito aos colegas e aos angolanos no geral. Por sua vez, Flávio Amado foi convocado.


 
Ainda assim, afirmou que o atleta que despontou no Petro de Luanda, antes de seguir para o Manchester United da Inglaterra, tornando-se na principal referência do futebol angolano, tem qualidade para jogar nos Palancas Negras.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: