Luanda - Morreu ontem, em Luanda, vitima de atropelamento, Loth Paulino Sakaita Savimbi, o filho mais novo do líder fundador da UNITA do relacionamento com Ana Isabel Paulino.

Fonte: Club-k.net

Loth (que é chara do pai de Savimbi) foi atropelado por uma motorizada de quatro rodas algures no bairro golfe em Luanda, tendo fraturado uma perna e um braço. O Jovem que tinha o costume de andar a pé saía da centralidade do Kilamba, onde morava, tendo como destino a agencia da transportadora de autocarros Macon, no Golf II.


Vivia com a irmã mais velha, Vitoria Savimbi, e era muito ligado a um outro irmão, Muangai Savimbi, o último de Savimbi, nascido do relacionamento com Sadra Kalufelo, nas matas do Moxico.


De acordo com o programa provisório das exéquias fúnebres que o Club-K teve acesso, o jovem deverá ser enterrado na localidade de Lopitanga, na província do Bié, onde acolhe um cemitério familiar.


O falecido Presidente da UNITA, Jonas Savimbi deixou mais de 25 filhos. Em 1975, quando se encontrava em Luanda depois dos acordos de Alvor, perdeu o seu primeiro filho de nome “Ngongo”, fruto do relacionado com a primeira esposa, a guerrilheira Vinona. O menino contava com 9 anos de idade.


Engajado, na altura com as ocupações da políticas em Luanda, o líder guerrilheiro não presenciou o funeral do filho mas orientou uma comissão na qual fazia parte o histórico Jorge Valentim para que a criança fosse enterrada no cemitério familiar em Lopitanga. Desde então imperou a convicção de que fosse desejo de Jonas Savimbi que toda a sua geração familiar tivesse o cemitério de Lopitanga como última morada.


Para além de Savimbi, estão enterrados no cemitério de Lopitanga, os seus país (Loth e Helena Mbundo), o filho Ngongo, e um irmão Abel Savimbi.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: