Lisboa – O ministro e director do gabinete presidencial, Edeltrudes Maurício Fernandes Gaspar da Costa viajou no   mês passado  para  Espanha a fim de tratar de uma lesão que teve no tornozelo.

Fonte: Club-k.net

O sucedido aconteceu quando no mês de Dezembro este assessor presidencial estava a jogar com amigos no seu resort na zona do Kikuxi, arredores de Luanda e de repente sentiu-se lesionado com uma fratura numa das pernas.

 

Assustado com o incidente, o dirigente tomou a decisão de ser evacuado para o exterior do país, onde se encontra até a presente data.  

 

Desde que o Presidente João Lourenço ascendeu ao poder, Edeltrudes Gaspar da Costa tem sido referenciado como o mais influente membro do regime angolano. A sua influencia passa pela colocação de quadros da sua confiança no aparelho do Estado e as ações lobistas que tem exercido junto a classe empresarial. Na estatal SODIAM mantém um “testa de ferro”, José das Neves Gonçalves Silva que leva a ter o controle do sector dos diamantes. Está também presente no sector da energia, levando com que recentemente a imprensa denunciasse o caso da empresa de um "genro" seu a quem foi entregue o monopólio do negócio do gás em Angola. Uma publicação privada em Luanda (Jornal A República) citou-lhe numa das suas tiragens como o “Kopelipa de João Lourenço”.

 

Desde que entrou para o governo na era de José Eduardo dos Santos, o também jurista Edeltrudes Gaspar da Costa nunca foi dada a extravagâncias, mas no ano passado chamou atenção de certos círculos do regime ao mandar instalar numas suas viaturas de marca Cadilac, um sistema independente de comunicação.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: