Lisboa - Estão a ser atribuídas ao Presidente João Manuel Gonçalves Lourenço manifestações destinadas a reabilitação política de Bento Joaquim Sebastião Francisco Bento para voltar a liderar o MPLA na província de Luanda. A estratégia visa a obedecer cálculos eleitorais para as eleições de 2020.

Fonte: Club-k.net

Bento Bento tem a fama de ter sido um dos dirigentes melhor liderou o Comité Provincial do MPLA em Luanda. Desde que dai saiu, há a convicção generalizada que a força do MPLA na capital do país tem entrado em declínio.


O actual Primeiro secretario do partido é Sérgio Luther Rescova Joaquim, porém por acumular com o cargo de governador de Luanda, a capital do país em termos partidário tem sido assegurada pelo segundo secretario Manuel de Jesus Teodoro Quarta. Em avaliações internas, tem se imputado a letargia do MPLA, em Luanda, aos ideias de sistema de partido único, identificado em Manuel Quarta.


Segundo apurações, a reabilitação política de Bento Bento seria efectivada num cenário em que se realizaram mudanças no aparelho do Estado, com a transferência de Sérgio Luther Rescova Joaquim para a província do Uíge como governador. Com a saída de Luther Rescova, Luanda contaria com um novo governador da linha de Álvaro Manuel de Boavida Neto mas que não acumulasse as tarefas de Primeiro Secretario do MPLA.


Bento Bento foi no passado um defensor de José Eduardo dos Santos mas foi na verdade, João Lourenço que ao tempo de Secretario Geral do partido, o colocou como seu homem de confiança para liderar o Comitê Municipal do Sambizanga. Com o afastamento de Lourenço de segunda figura do MPLA, na altura, Bento Bento foi sondado para revitalizar a província de Luanda, em substituição do então primeiro Secretario Provincial do MPLA, Francisco Vieira Dias. Nas vestes de “numero um” do partido na capital do país, apoiou-se nos CAP-Comitê de Ação do Partido, transformando-os em alavanca partidária. Recuperou a classe intelectual que se tinha afastado do partido motivando-os a exercer militância nos CAP, no sentido de valorizar as bases.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: