Lisboa – A Juíza Presidente do Tribunal de Contas de Angola, Exalgina Renée Vicente Olavo Gambôa enfrenta uma corrente de contestação interna por conta de uma alegada  distribuição indevida de novos veículos encomendados para nove juízes venerandos e dois magistrados do ministério público que operam nesta instituição de prestação de contas.

Fonte: Club-k.net

Segundo documento em posse do Club-K, os veículos (de marca Land Cruizer GX R) foram recentemente entregues pela direção do património de Estado do ministério das finanças para serem distribuídos aos juízes conselheiros do Tribunal de Contas. Porém, ao que consta os veículos acabaram por ser distribuídos para dos directores do Tribunal de Contas ao invés dos reais destinatário.


A informação que corre no Tribunal de Contas é de que distribuição dos veículos obedece a uma orientação e autorização do titular do poder executivo de atender os juízes dos tribunais superiores e “não aos que exercem cargos de direção e chefia”, conforme lamenta uma fonte próxima a esta instituição. “A Veneranda não deve exigir apenas dos outros, Ela também deve ser exemplo nas suas acções”, apela a fonte.

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: