Luanda - A minha pesquiza foi até Uzbequistão, um lindo país que está situado no leste da europa, era um território que pertencia à antiga União Soviética; e é lá onde nasceu GULNARA. Conhecida como cantora e empresária, era (é) a mulher mais rica e mais influente do seu país. Essa ultima frase despertou em mim curiosidade, foi por isso que fiquei interessado em saber quem era essa mulher tão nova e com um alto status social, recheado de títulos e gigantes triunfos.

Fonte: Angobrits

AFINAL COMO FOI QUE ESTA JOVEM TORNOU-SE TÃO RICA?

“Durante o reinado do pai, Gulnara KARIMOVA, era a filha mais proxima, e usando as suas influencias, tornou-se na mulher mais influente e rica do país. Há quem diga que Gulnara era, até dona do OXIGÊNIO do Uzbequistão”

 

Seu pai “Islam Karimov” foi o ultimo Primeiro Secretário do partido comunista na República Socialista Soviética de Uzbek (1989-1991), antes da independência e posteriormente, após da queda do regime socialista soviético, os países que faziam parte da união sovietica, tornaram-se independentes, e o Uzbequistão, em 1991, foi um deles e por consequência disso, Islam Karimov, à 1 de Setembro de 1991, proclama a independência de Uzbek e tornou-se no primeiro presidente da República de Uzbequistão.


Aos 29 de Dezembro de 1991, Islam Karimov vence as primeiras eleições gerais do seu país com 86% dos votos. Os observadores internacionais e a oposição, haviam apontado/denunciado irregularidades e consideraram as eleições como tendo sido não justas, alegando que o Estado fez campanha com propaganda favorecendo o partido de Islam Karimov e que houve também falsificação de votos. O primeiro mandato que era suposto de ser de apenas 5 anos, continuo até o ano 2000, após desistência (em forma de protesto) da corrida eleitoral do lider do partido da oposição. Nem isso fez Islam Karimov anular as eleições, concorreu sozinho, reconduziu o seu mandato por via de um referendo ate 2007 e tornou a repetir o referendo em 2015 e cada ano recebendo mais de 90% dos votos.


A primeira constituição da República de Uzbequistão, permitia a cada cidadão eleito presidente, dois mandatos, mas Islam Karimov, decidiu alterar a constituição, para eternizar-se no poder.


Aos 29 de agosto de 2016 foi admitido aos cuidados intensivos vitima de um AVC, chegando a falecer aos 2 de Setembro de 2016 com 78 anos de idade.


Por consequência da morte presidente Islam Karimov, o supremo parlamento de Uzbequistão, indicou o Primeiro Ministro Shavkat Mitźiyoyev, ao cargo de presidente interino no dia 8 de Setembro de 2016, e no mês de Dezembro do mesmo ano, com a realização das eleições gerais, foi eleito presidente. As eleições foram consideradas pelos observadores internacionais, como tendo sido não justas, porque o estado não permitiu entrada ao país da media/jornalistas internacionais e houve denúncia de falsificação de votos.


Durante o reinado do pai, Gulnara KARIMOVA, era a filha mais proxima do seu pai, o presidente, e usando as influencias do pai tornou-se na pessoa e mulher mais influente e rica do país. Há quem diz que ela era, até dona do OXIGÊNIO do Uzbequistão.


Gulnara ficou por uns meses desaparecida depois da morte do pai e haviam rumores de que havia sido envenenada e enterrada em lugar desconhecido. Quando re-apareceu, foi presa e posta em prisão preventiva na sua residência por crimes de corrupção entre os crimes havia uma burla de $1 bilhão, não pagamento de taxas fiscais e branqueamento de capital e estava a ser investigada por mais outros crimes. Estes dados foram anunciados pelo Procurador Geral da Republica. Gulnara negou, estar envolvida nos crimes a que estava ser acusada.


As revelações sobre a origem da sua riqueza e o seu envolvimento em crimes de branqueamento de capital, agoniou toda nação e houve uma mudança tremenda sobre ela na opinião pública,


Num dos documentos que lí, houve uma mulher doméstica de 34 anos de idade, que disse o seguinte “Eu admirava muito a Gulnara, mas agora sinto que ela traiu a nação. Eu vi pessoas a sofrer por consequência da pobreza, tentando fazer algum dinheiro para pelo menos pôr um pão na mesa para os seus filhos e diante dessas circunstâncias ela decidiu ser impiedosa, insensível e má! – não merece perdão.”


Gulnara é fundadora da Fundação de Cultura e Artes de Uzbequistão e presidente da comissão dos associados, é também presidente de várias organizações não governamentais, viradas a cultura e aspectos sociais do seu país. Está involvida também no sector das telecomunicações.


O departamento de Justiça dos Estados Unidos de América prendeu $850 milhões pertencente ao estado de Uzbek que estava a ser usado para negócios pessoais por Gulnara.


É dona de uma empresa de Joias caríssimas; dona de uma linha de roupa denominada Guli. Em 2012 quando tentou organizar um fashion show no evento NY fashion week, viu a sua participação banida em Nova York pela Human Rights Watch.

Fontes de pesquiza: Sunday Telegraph (UK), Financial Times (UK), Wikipédia.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: