LUANDA - EXCELÊNCIA: ANGOLA É E SERÁ POR VONTADE PRÓPRIA TRINCHEIRA FIRME DA REVOLUÇÃO EM AFRICA.

Fonte: Club-k.net

Dito isto, estávamos a contar com um tipo de Angolano honesto, humilde, solidário, irmão, capaz de levar esta missão árdua, para frente.


Nós Angolanos sem rosto, durante os 38 anos de desgovernação do Senhor José Eduardo dos Problemas em nome dos Santos,


Nós Angolanos que, queremos ganhar rosto nos 2 anos de Governação do Senhor Presidente JOÃO MANUEL GONÇALVES LOURENÇO.


Nós Angolanos que, estamos a ser sacudidos por grupos de resistência às mudanças, que estão instalados nos Ministérios, nas Administrações Municipais, Distritais e comunais.

EXCELÊNCIA:

Será que, de tantas cartas abertas escritas pelo povo que sua Excelência quer dar rosto, tem as lido?


As contas do Estado, foram encerradas ate dia 20 de Dezembro de 2019.


A Administração do Sambizanga, tem uma conta com o cidadão que escreve, desde 2008. Entra Administrador, sai Administrador, dança de cadeiras e ninguém vê esta conta e resolver.


Todos que entram e saiem se fazem de cegos, para este caso, se limitam a gerir casos novos, como se o silêncio destes, a ignorância dos mesmos, me dá de comer juntamente com a minha família.

EXCELÊNCIA:

Este assunto já data desde o consulado milenar do Sr. José Tavares

Eu dentro da minha viatura de Marca Toyota Corolla (rabo de pato), é apenas rabo de pato e fui atropelado comigo dentro da viatura, por uma motoniveladora, que fazia trabalhos sujos na rua Lwenji Aconda, em vésperas da inauguração do poupa la do Sambizanga pelo arquitecto da paz.


Digo trabalho sujo, porque quando se faz uma intervenção em uma via, a mesma deve ser isolada ao tráfego. O que não aconteceu. Os carros circulavam de um lado e as máquinas do outro, até que uma máquina veio ter comigo

EXCELÊNCIA:


Tudo dito, eu teve autorização de pagamento do carro pelo Sr José Tavares. O antigo Administrador. Negociamos, tudo ficou em ser ressarcido em 50%, segundo o Gabinete Jurídico e de Contencioso da administração do Sambizanga.


Para meu espanto, é que já vai a 11 anos que nem uma palha move e temos fome eu e a minha família.


Já escrevi para o Provedor da Justiça actual, Dr. Carlos Alberto Ferreira Pinto, que foi exarado um ofício com no N/REFa 0640/GAB.PROVJUS/P.No382-13/2018, que não foi ignorada, pela Administração do sambizanga, fez-se um segundo ofício em aditamento, foi ignorado também, de 20/11/2018.


Já escrevi para o Governador Provincial actual, Dr. Sérgio Luther Rescova Joaquim, respondido com um ofício que foi despachado para à comissão Administrativa de Luanda, com No 2918 GAB.GOV. de 16/08/2019.

Já escrevi para a Presidente da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda (Actual) Dra Maria Antónia Nelumba, que respondeu com um ofício dirigido para Administração do Sambizanga e bairro operário, com o No 2579, de 26/09/2019.


Entretanto, da queixa que aqui faço ênfase, que já havíamos negociado para ser paga 50% do valor global de USD 11 Mil Dólares Americanos, seria USD 5,500 Mil Dólares americanos que reivindico.
O gabinete da Administradora Adjunta para a área financeira da Administração do Sambizanga, tem um processo que segundo a mesma, foi orientada pela Comissão Administrativa para proceder ao pagamento, deu um sumiço espantoso ao mesmo.


A mesma Administradora disse-me que não tinha dinheiro no Distrito, mas ajustaria as contas na altura da aprovação do OGE 2019, no plano das necessidades do Distrito do Sambizanga, incluindo minha dívida.


A mesma Administradora quando fui reclamar pediu-me para lhe explicar, porque estava precisar do dinheiro e apresentei-lhe um processo hospitalar, para lhe mostrar que estou doente.

O objectivo desta carta é para alertar o Titular do Poder Executivo, de formas a impulsionar o pagamento do cidadão, já que os seus Auxiliares não conseguem.

DESEJO PARA O SR. FESTAS FELIZES EM COMPANHIA DE SUA FAMÍLIA.

LUANDA, AOS 27 DE DEZEMBRO DE 2019


Outro problema, é que no processo de reivindicação, está presente um Atestado de Pobreza, que anula toda e qualquer possibilidade de o Estado ir buscar nenhuma taxa. Entretanto a Administração do sambizanga, orientou-me apresentar um IBAN, de conta Bancária de uma Empresa licenciada no Ministério das Finanças.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: