Moxico - Cinco funcionários do Banco de Poupança e Crédito (BPC) do Luena, província do Moxico, foram detidos esta semana, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) por suposta fraude de mais de 70 milhões de Kwanzas, pertencentes à repartição fiscal da Administração Geral Tributária (AGT) de Luanda.

Fonte: Angop
Em declarações à imprensa nesta sexta-feira, 17 de Janeiro, o porta-voz da Polícia Nacional no Moxico, inspector chefe Alberto Pacheco, informou que os acusados solteiros de 33, 34, 37 e 39 anos de idade falsificaram um cartão multicaixa que lhes permitiu subtrair o montante.

Os supostos infractores, detidos por denúncia feita pela agência bancária (BPC), são igualmente acusados de terem cometido crimes de peculato e de furto.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: