Luanda - Comunicado do Venerando Juiz Conselheiro Dr Agostinho António Santos, candidato  ao concurso a Presidência da Comissão Nacional Eleitoral.

Fonte: Club-k.net

Foi com profunda consternação e repulsa que tomei conhecimento de que o Presidente do Tribunal Supremo e do Conselho Superior da Magistratura Judicial, o Venerando juiz conselheiro Joel Leonardo, enviou hoje, dia 19 de Fevereiro de 2020, uma nota assinada por ele comunicando à augusta Assembleia Nacional, que se encontrava a debater, no momento, sobre o empossamento ou não do futuro presidente da comissão nacional eleitoral, de que o candidato Agostinho António Santos teria desistido de todas as acções por ele intentadas junto da câmara do cível e administrativo do tribunal supremo.

 

Venho por este meio comunicar à opinião pública em geral e, em particular os órgãos de soberania deste país, de que tal nota não corresponde com a verdade, visto que não desisti e, tão pouco tenciono fazê-lo, em nome do respeito à constituição e a lei, que jurei cumprir e fazer cumprir.

 

Aproveito o ensejo para informar que o referido acto praticado pelo Presidente Do Conselho Superior Da Magistratura Judicial e do Tribunal Supremo, Venerando Juiz Conselheiro Joel Leonardo, incorre em responsabilidade criminal, civil e política do qual daremos o competente seguimento nos próximos dias.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: