Luanda - O Comando Provincial de Luanda da Policia Nacional (PN) acusa os manifestantes que protestaram nesta quarta-feira, 19, contra a posse de Manuel Pereira da Silva “Maneco” no cargo de presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), de terem agredido quatro agentes e garante que a manifestação é ilegal por não terem sido cumpridos os pressupostos legais.

*Coque Mukuta
Fonte: VOA

Entretanto, o lider da Juventude da UNITA, Jura, denuncia a detenção de mais de 30 participantes e de agressão a muitos outros.


Dois jornalistas da Palanca TV queixaram-se de terem sido agredidos hoje por agentes da polícia.


Um forte cordão policial marcou presença em todo o perímetro do Parlamento, onde deve ser empossado hoje o novo presidente da CNE, apesar da contestação de partidos na oposição e da sociedade civil, que apontam "várias irregularidades".


O Presidente João Lourenço disse hoje que a Assembleia Nacional deve dar posse ao novo presidente da CNE.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: