Luanda - Um suposto efectivo da Força Aérea de Angola, colocado no departamento de logística, Edson Lucas Carlos é acusado de desenvolver recolha de códigos de sorteio dos cidadãos que participaram no processo de candidatura das residências do zango 5, em troca de dois milhões de kwanzas, para a garantia de ser sorteado no processo que ocorreu nesta quinta-feira.

Fonte: Club-k.net

Segundo fontes o citado trabalha nesta esquema há seis meses e goza de muita influência na imogestin.

 

Fontes próximas ao SIC avançaram que Edson Carlos Lucas estava para ser detido na terça-feira passada, o facto não ocorreu por interferência de um alto funcionário da administração municipal de Viana amigo de sua irmã.

 

O grupo em causa tem se dedicado também no arrombamento das portas e seguidamente colocam colocam fechaduras e elementos da imogestin trataram todo documentação, tal como aconteceu na Vila Pacífica, onde o mesmo grupo invadiu alguns edifícios em conluio com com as autoridades policiais.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: