Lisboa – João Manuel Gonçalves Lourenço esteve,  entre os convidados que participaram, neste sábado, em Luanda,  no 80º aniversário do veterano Francisco Magalhães Paiva “Nvunda”, seu antigo chefe ao tempo das Forças Armadas de Libertação Popular de Angola (FAPLA).

Fonte: Club-k.net

Para além do casal presidencial, estiveram igualmente como convidados na festa de aniversário, o Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, o líder do Parlamento, Fernando da Piedade Dias dos Santos “Nandó”, o antigo Secretario Geral do MPLA, Paulo Julião “Dino Matross” e o general Antônio Franca “Ndalu”.

 

Nascido aos 18 de Fevereiro na localidade do Nzeto, província do Zaire, o general na reforma Francisco Magalhães Paiva “Nvunda”, é um dos mais destacados veteranos da luta contra ocupação colonial na qual combateu nas fileiras do MPLA, movimento que aderiu a partir de Kinshasa, há mais de 59 anos.

 

Ocupou cargos de destaque no aparelho de defesa e do Estado. 1989, Quando deixou a Direção Politica Nacional das Extintas FAPLA (DPN), para o cupar o cargo de ministro do interior, o general Magalhães Paiva “Nvunda” seria substituído pelo seu Director-Adjunto, o então coronel João Lourenço. Para a pasta de Director-Adjunto da DPN, ficaria Bornito de Sousa, que hoje volvidos mais de 30 anos voltou a ser “vice” de Lourenço.

 

Depois das eleições de 1992, Magalhães Paiva “Nvunda”, deixou a pasta do interior a seu pedido transferindo-se para a sede do MPLA, na qual ocupou vários cargos. A sua última função a de responsável pelo pelouro dos antigos veteranos de guerra, ainda com José Eduardo dos Santos na liderança do partido, mas que viria a pedir para não ser mais reconduzido no congresso ordinário realizado antes das eleições de 2017.

 

Desde então Lourenço e Magalhães Paiva “Nvunda”, cultivaram uma solida amizade que se estende nas suas respetivas respectivas famílias. A sua esposa, Luzia Sebastião era a figura a quem João Lourenço se mostrava inclinado em tê-la como sua ministra da justiça, mas terá sido rejeitada pelo então líder do MPLA, JES de quem se diz ter antigas reservas, contra a senhora.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: