Luanda – Está a ser atribuído a TV Zimbo, um clima de insatisfação no seio dos profissionais que se manifestam inseguros com o destino da maior estação privada de televisão em Angola e que, ao mesmo tempo, contestam os mais recentes actos de gestão do Presidente do Conselho de Administração, Guilherme Galiano.

Fonte: Club-k.net

Segundo apurou o Club-K, o mais recente acto de insatisfação foi o facto de os funcionários tomarem conhecimento que com a possível saída do director de Informação Amílcar Xavier, o PCA, Guilherme Galiano pretende colocar para interinar no seu lugar a directora de Programas, Laura Ferreira, a quem os funcionários descrevem-na como “alguém que nada entende de jornalismo”.

 

No ponto de vista dos trabalhadores, ao invés de Laura Ferreira, o PCA Guilherme Galiano, deveria “ter colocado quadros como Moura Jorge, David Diogo, Kussy Eugênio, Arão Gaspar e Pedro Paxi que conhecem a redacção de informação.”

 

De acordo com a fonte, “profissionais como Nuno Agnelo, Adão Tiago e António Filipe, há muito que deixaram de dar o litro na TV por alegada insatisfação e falta de valorização dos quadros”, e muitos deles aguardam apenas por uma oportunidade para deixar a estação de Talatona.

 

A fonte confirma que “já é um facto que Moura Jorge e Pedro Paxi devem ser contactados, nos próximos dias, para assinarem os contratos e conhecerem mais sobre o novo projecto televisão.”

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: