Luanda - O Governo de Angola aprovou em Diário da República o financiamento pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), no valor de 530 milhões de dólares, do Programa para reforçar o sistema de transmissão e distribuição de eletricidade.

Fonte: Lusa


Em Diário da República, o Presidente Angola, João Lourenço, explica que na base deste financiamento de cerca de 493 milhões de euros está a necessidade de reforçar o sistema de distribuição de eletricidade e a substituição das centrais térmicas.

 

O Presidente justificou o acordo com os esforços do executivo na “manutenção da estabilidade macroeconómica e no lançamento das bases para reforçar o sistema de transmissão e distribuição de eletricidade em Angola” e com a “necessidade de se substituir as atuais e dispendiosas centrais térmicas, baixando assim o correspondente custo de produção de eletricidade”.

 

O acordo é justificado ainda com o objetivo de “melhorar a respetiva sustentabilidade financeira da Empresa Nacional de Distribuição de Eletricidade (ENDE), reduzindo as perdas não técnicas e reduzindo a dependência de subsídios do Estado, com o apoio do BAD”.

 

“A ministra das Finanças é autorizada, com poderes de subdelegar, a proceder à assinatura do referido Acordo de Financiamento e toda a documentação relacionada com o mesmo, em nome e em representação da República de Angola”, lê-se ainda no Diário da República.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: