Lisboa – O antigo comandante das extintas forças militares da UNITA, general Abílio José Augusto Kamalata Numa, respondeu positivamente ao desafio que lhe foi lançado pelo antigo chefe do Serviço de Inteligência e Segurança Militar de Angola, general António José Maria, para um debate público a volta da histórica batalha do Cuito Cuanavale, ocorrida entre o governo e a guerrilha de Jonas Savimbi, em Março de 1988, no sul de Angola.

Fonte: Club-k.net

General afirma que apenas aceita debater  a verdade

Na sua resposta enviada ao Club-K, o antigo líder militar da UNITA refere que a sua disponibilidade é total para este debate "desde que as autoridades judiciais o permitam”, uma vez que o desafiante Zé Maria se encontra enjaulado em casa, aguardado o recurso do Tribunal Supremo, respeitante a sua condenação de três anos de prisão por extravio de documentos importantes das Forças Armadas Angolanas.

 

O antigo chefe do Serviço de Inteligência e Segurança Militar de Angola, general António José Maria, telefonou no passado dia 23 de Março a TV Zimbo para avisar que desafia o antigo Chefe de Estado Maior da guerrilha da UNITA, general Abílio José Augusto Kamalata Numa para um debate sobre o tema da batalha do Cuito Cuanavale.

 

Eis a íntegra da resposta do general Kamalata Numa que actualmente exerce o cargo partidário de Secretário Nacional dos Antigos Combatentes da UNITA.


“Soube hoje dia 28/03/2020 do repto lançado pelo Sr. General Zé Maria ao Sr. General Abílio Kamalata Numa para debate sobre a dita batalha do Kuito Kuanavale.”

 

“Primeiro, trata-se de um general que andou distante do Teatro de operações do Lomba 87 ou Saudemos o Segundo Congresso. Tudo quanto sabe é sobre o que foi escrito e não sobre o que foi vivido.”

 

“Segundo, trata-se de um general em regime de condenado por ter usado de forma indevida o erário para obter documentos de mercenários sul-africanos sobre esta dita batalha do Kuito Kuanavale para fins que se vão esclarecendo.”

 

“Finalmente, a nossa disponibilidade é total para este debate desde que as autoridades judiciais o permitam. Não buscamos nenhum protagonismo apenas a verdade que tem faltado neste país desde 1974.”

 

“Obrigado”

“Abílio Kamalata Numa”

Tema relacionado 


General Zé Maria desafia Kamalata Numa para um debate sobre batalha do CC

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: