Luanda - Sob orientação do seu Presidente, Adalberto Costa Júnior, a Direcção da UNITA reuniu-se nesta quinta-feira, 2 de Abril de 2020, em Luanda, com a participação representativa de membros do Comité Permanente, do Conselho Presidencial e do Governo Sombra.

Fonte: UNITA

Para apoiar os esforços das autoridades sanitárias

A reunião foi realizada para um melhor acompanhamento da situação que o país e o mundo vivem, marcados pela pandemia da Covid-19. Os participantes reafirmaram a sua solidariedade institucional e analisaram o impacto das medidas vigentes, com destaque para a implementação do Estado de Emergência. Também debruçaram-se sobre as condições reais das populações, a problemática do mercado informal que representa cerca de 70% do mercado de trabalho em Angola. Outrossim alertaram sobre: a necessidade de um incremento no abastecimento de água potável; a falta de gás butano; a possibilidade do executivo conceder uma cesta básica ás famílias mais desprotegidas; a falta de equipamentos de biossegurança em muitas unidades sanitárias; bem como o funcionamento dos centros de quarentena e; a urgente necessidade de testagem de todos os casos considerados de risco, assim como o modo de prevenir a contaminação comunitária.


1- Sobre a solidariedade institucional, a reunião aprovou a criação de uma Comissão de acompanhamento e prevenção à Covid-19, para apoiar os esforços das autoridades sanitárias e da sociedade, na efectivação das medidas de prevenção contra esta pandemia.


A referida comissão é coordenada pelo Vice-Presidente Simão Albino António Dembo e conta ainda com a Vice-Presidente Arlete Leona Chimbinda, o Secretário-geral Adjunto Lázaro Guelson Kakunha, o 1ºVice-Presidente do Grupo Parlamentar, Dr.Maurilio Luiele, o Secretário-Geral da JURA, a representante da direcção da LIMA, a Secretária da Comissão Política, o Secretário do Património, o Secretário da Saúde, o Secretário da Comunicação e Marketing, o Director Adjunto do Gabinete do Presidente e o Director das Infraestruturas.


A reunião concluiu ser de extrema importância que o Executivo Angolano melhore o diálogo institucional, tornando mais abrangente a participação de outros sectores da vida do país nas acções de solidariedade e outras medidas de prevenção e combate à Covid-19;


2- Sobre o impacto da implementação do Estado de Emergência, os participantes à reunião consideraram de preocupante o elevado número de cidadãos que permanecem nas vias públicas, pelo que exortam a todos os angolanos a observação rigorosa e disciplinada das medidas institucionais tomadas. Instam igualmente as autoridades a pôr cobro aos actos de violência cometidos por alguns agentes das forças de defesa e segurança.


Os participantes à reunião apelam as autoridades para facilitar o escoamento dos produtos do campo para as grandes cidades.


3- Sobre os centros de quarentena , os participantes à reunião manifestaram-se preocupados com as informações sobre a realidade aí vivida, exortando para que sejam reforçadas as medidas de segurança e controlo;


4- Os participantes a reunião analisaram o impacto das medidas económico-finaceiras tomadas pelo executivo, exortando-o à melhoria do diálogo com todos os sectores profissionais de modo a ficarem esclarecidas devidamente as preocupações que as empresas e os trabalhadores colocam e que não encontram respostas nos documentos tornados públicos. A necessidade de se estabelecerem regras de pagamento das mensalidades cobradas pelas instituições de ensino, pelos infantários, entre outras, ajudando assim as famílias e as empresas.


5- A Direcção da UNITA dirige uma palavra de solidariedade e apreço a todos os trabalhadores do Sector da Saúde, bem como aos voluntários que, por amor a vida, estão na linha da frente nesta cruzada contra a Covid-19.


6- A UNITA está ciente que o mundo enfrenta uma nova ordem após a crise da Covid-19. Nesta perspectiva, apela, desde já, todos os grupos de interesse à predisposição patriótica para o diálogo e concensos necessários sobre que país seremos no concerto das nações.


Luanda, 2 de Abril de 2020.

O Comité Permanente da Comissão Política da UNITA

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: