Lisboa – De entre os novos governantes nomeados esta semana, Ana Paula Chantre Luna de Carvalho, foi a única que não compareceu ao palácio presidencial para tomar posse ao cargo de Secretária de Estado para o Ordenamento do Território.

Fonte: Club-k.net

A ausência da dirigente segundo apurou o Club-K, se deve ao facto de estar a observar a um período de quarenta imposto aos moradores do condomínio Golden, no município de Tlatona, em Luanda, onde vive por causa de o membro de uma família brasileira que testou positivo ao Covid-19. Tento o caso  criado alguma suspeita a nível da vizinhança , as autoridades sanitárias  determinaram que todos os moradores daquele condomínio deveriam  ficar de   quarentena.

 

O mesmo não aconteceu com a nova  Ministra da Cultura, Turismo e Ambiente; Adjany da Silva Freitas Costa que regressou recentemente   da Inglaterra onde estava a fazer um doutoramento pela Universidade de Oxford. Em condições normais, Adjany Costa deveria também submeter-se a uma quarentena por ter estado num país  de alta propagação do Covid-19. 

 

Entretanto, Ana Paula Chantre Luna de Carvalho, deverá tomar posse numa outra ocasião   quando for nomeado também um novo Secretário de Estado da Hotelaria e Turismo que irá substituir  o embaixador de carreira, José Guerreiro Alves Primo.

 

Ana Paula de Carvalho era até então Ministra do Ordenamento do Território e Habitação. Com a redefinição orgânica dos departamentos ministeriais, o seu ministério fundou-se com um outro passando a chamar-se “Ministro das Obras Públicas e Ordenamento do Território”, tendo agora  como titular Manuel Tavares de Almeida.

 

Uma outra ministra Maria Ângela Teixeira de Alva Sequeira Bragança, que dirigia a pasta do Turismo, tem sido citada  pela media não governamental como tendo declinado passar a Secretária  de Estado. Há versões de que poderá ser  nomeada governadora de uma estratégica província de Angola. 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: