Luanda - Dirigentes e responsáveis do MPLA, aos diversos níveis, foram orientados nesta quarta-feira a doar 25 por cento do salário base aos esforços de combate à pandemia Covid-19.

Fonte: Angop

A decisão foi tomada numa reunião de emergência do Bureau Político (BP) do MPLA, convocada para analisar as medidas de combate à pandemia, que já causou duas mortes, em 17 casos registados no país.



De acordo com o porta-voz da reunião, Salomão Xirimbimbi, os militantes com funções de responsabilidade no Parlamento, Executivo e na direcção central do MPLA devem efectuar as suas contribuições, voluntariamente, já neste mês de Abril com, no mínimo, 25 por cento do salário base.


O também coordenador do grupo técnico do secretariado do BP para acompanhamento e apoio às medidas para conter a pandemia, exortou à população a observar rigorosamente as medidas de prevenção, tais como, manter-se em casa, lavar as mãos quantas vezes forem necessárias, bem como usar máscara sempre que haver necessidade.


Sublinhou a importância da observância das medidas de prevenção para evitar a contaminação pela doença que pode afectar a todos, independentemente do estado social, religião ou nacionalidade.


Encorajou as empresas nacionais a produzirem materiais de bio-segurança, como sabão, álcool-gel e máscaras, para apoiar os esforços para controlar a pandemia, que já causou 83 mil 703 mortes no mundo.


Na reunião, orientada pela vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, os participantes manifestaram solidariedade às famílias desalojadas pela cheias em Ndalatando, província do Cuanza Norte.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: