Luanda - O Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão "Girabola2019/2020" deve ser concluído em simultâneo com as provas da Confederação Africana (CAF).


Fonte: Angop

A posição é do presidente do Petro de Luanda, Tomás Faria, em entrevista hoje à rádio 5, tendo realçando que as cinco jornadas restantes podem ser disputadas em período similar às meias-finais da Liga dos Campeões Africanos.

 

O responsável afirmou que, em função da Covid -19, que se propaga pelo mundo, o caminho é obedecer às organizações nacionais e internacionais, retornando aos campos apenas após o seu total combate.

 

Para o líder “tricolor”, ao contrário de outros países africanos, onde se cogitam a anulação dos respectivos campeonatos nacionais, em Angola tal situação não se coloca por faltarem apenas cinco jornadas, realizáveis em tempo curto.

 

O Girabola é liderado pelo Petro de Luanda com 54 pontos, seguido pelo 1º de Agosto com 51 e menos um jogo.

 

Em caso de conquista, o Petro quebrará um jejum de dez anos desde o 15º troféu, enquanto o 1º de Agosto arrebata o quinto título consecutivo (penta) e o 14º no geral.

 

As duas formações defrontam-se na 26ª ronda.

 

Esta reflexão de Tomás Faria surge numa altura em que várias correntes do associativismo desportivo sugerem a fim imediato da prova tendo em conta o actual posicionamento da tabela classificativa.

 

Enquanto isto, a Federação Angolana de futebol (FAF) emitiu um comunicado de imprensa dando conta que qualquer decisão sobre o fim prematuro da competição terá de ser em consenso com os clubes concorrentes.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: