Lisboa – Está a ser objecto de enorme preocupação, em meios judiciais em Angola, as movimentações indicando que Juiz do Tribunal Constitucional Carlos Manuel dos Santos Teixeira esteja a exercer igualmente a actividade de advocacia.

Fonte: Club-k.net

Com o exercício da advocacia

Carlos Manuel dos Santos Teixeira foi designado a 2 de Outubro de 2019 para o cargo de Juiz do Tribunal Constitucional, numa altura em que o seu escritório de advogado estava a defender uma cidadã Cidália de Matos Baptista de Sousa Cambinda que se encontra em litígio com a administração municipal de Viana pela disputa da titularidade do mercado de Km 30.

 

Até Dezembro de 2019, Carlos Manuel Teixeira esteve no Tribunal Provincial de Luanda a praticar actos no processo em causa, colocando-o numa situação de conflito de interesses, uma vez que a alinha d) do Artigo 6º do código de ética e deontologia da Ordem de Advogados de Angola (OAA) que proíbe os advogados, no país, sejam ao mesmo tempo “Funcionário dos Tribunais, das Polícias e Serviços equiparados”.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: