Luanda - A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, anunciou hoje a existência de cinco novos casos de infeção por coronavirus em Angola, elevando para 24 o número total, depois de nove dias sem registar novos doentes.

Fonte: Lusa

A informação foi hoje divulgada numa conferência de imprensa em que foi feito o balanço diário relativo à pandemia de covid-19 em Angola.

 

Os casos são relativos a cidadãos com idades entre 18 e 35 anos, dos quais quatro do sexo masculino e um de sexo feminino.

 

O número de mortes provocadas pela covid-19 em África ultrapassou as 1000 nas últimas horas, com quase 20 mil casos registados em 52 países, revela a última atualização dos dados da pandemia naquele continente.

 

Segundo o boletim do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas, o número de mortes registadas subiu de 961 para 1.016, enquanto as infeções aumentaram de 18.333 para 19.895.

 

A África do Sul tem o maior número de casos (2.783), com 50 mortos, mas o maior número de vítimas mortais regista-se na Argélia (364), em 2.418 infetados.

 

O Egito tem 2.844 infetados e 205 mortos, enquanto Marrocos totaliza 2.564 casos e 135 vítimas mortais.

 

Entre os países africanos lusófonos, Cabo Verde lidera em número de infeções, com 56 casos e uma morte.

 

A Guiné-Bissau contabiliza 50 pessoas infetadas pelo novo coronavírus e Moçambique tem 34 casos declarados da doença.

 

São Tomé e Príncipe, o último país africano de língua portuguesa a detetar a doença no seu território, tem quatro casos.

 

Na Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), estão confirmados 51 casos positivos de infeção.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: