Lisboa - Covid-Organics é o nome da vida feita à base de ervas e que, segundo Andry Rajoelina, já foi testada com sucesso em dois pacientes.

Fonte: Lusa

Andry Rajoelina, presidente de Madagáscar, apresentou esta terça-feira, numa cerimónia onde estiveram presentes ministros, jornalistas e especialistas da área das ciências, a Covid-Organics, uma bebida feita no país que promete, segundo Rajoelina, curar a Covid-19, noticia a AFP.

 

Desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa Aplicada de Madagáscar, esta bebida, feita à base de artemísia - uma planta com eficácia comprovada no tratamento da malária -, segundo o presidente do país, "dá resultados em sete dias".

 

"Este chá de ervas dá resultados em sete dias. Serei o primeiro a beber isto hoje, na vossa frente, para mostrar que este produto cura e não mata", afirmou Rajoelina.

 

"A Covid-Organics será usada como profilaxia, ou seja, para prevenção, mas as observações clínicas mostraram uma tendência à sua eficácia no tratamento curativo", afirmou Dr. Charles Andrianjara, presidente do Instituto de Pesquisa Aplicada de Madagascar.

 

Ainda não reconhecido pela comunidade internacional, segundo o presidente de Madagascar "duas pessoas foram curadas com este tratamento", razão pelo qual vai passar a ser distribuído às crianças em idade escolar.

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS), que tem especialistas vigilantes sobre as curas reivindicadas para COVID-19, não compareceu ao evento.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: