Luanda – O Serviço de Investigação Criminal (SIC) prendeu no último final de semana, distrito do Rangel, um jovem de nome Crisson Veigas, 30 anos, que se fazia passar por empresário ligado aos filhos do Presidente da República, para praticar actos que se configuram no crime de burla.

Fonte: Club-k.net

Aproveitando-se da ligação que uma irmã sua de nome “Neide” tem com o filho do Presidente João Lourenço, o jovem Crisson Veigas fazia se passar por proprietário de uma casa de Câmbio  em Luanda. Foi detido concretamente no último domingo, em Luanda, depois de uma queixa de burla de 10 milhões de kwanzas. Depois da detenção, por uma única queixa, surgiram mais 23 queixas, num valor superior aos 500 milhões de Kwanzas.

 


A sua detenção aconteceu no distrito do Rangel onde o mesmo estava escondido em casa de um irmão. Uma força conjunta, entre os efectivos das várias áreas do SIC, conseguiu desmantelar a rede de burladores de “milhões de kwanzas”, que deixou miséria às várias famílias que perderam dinheiro na luta por transferências monetárias.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: