Lisboa - Matias Damásio, um dos músicos que notabilizou-se como o que mais se envolveu em campanhas para elevação no nome do antigo Presidente José Eduardo dos Santos (JES), em beneficio de patrocínio, entrou em rotura com o “Clã Dos Santos” desencadeando em acusações públicas de uma alegada “ingratidão”. De acordo com informações, o músico passou, aproximar-se a sectores do ligado ao Presidente João Lourenço.

Fonte: Club-k.net

Tchizé dos Santos fala em ingratidão 

Nascido em Benguela, Matias Damásio foi descoberto como músico no ano de 2000 depois de ter participado pela primeira vez num concurso de televisão, Estrelas no Palco, em Angola. Anos mais tarde, os filhos de José Eduardo dos Santos (JES) levaram-lhe a ter acesso ao palácio presidencial na qual valeu-lhe patrocínios por via da Sonangol, a compra de um apartamento avaliado em 700 mil euros em Lisboa, tal como a aquisição de dois imóveis na zona do Patriota, em Luanda. Com o seu talento, Damásio construiu uma bem sucedida carreira entre Luanda e Lisboa. Era ele o músico que era convidado para cantar nos aniversários do antigo presidente, tendo, inclusive, dedicado um trecho musical a JES, num dos seus álbuns.

 

Com a saída de JES do poder continuou ligado a família sendo que em 2018, junto com Isabel dos Santos apoiaram o Projecto 'Aredonda Candando' no hospital Davide Bernardino, em favor de crianças angolanas.

 

No inicio deste ano, Matias Damásio passou a ter aproximação a nova direção do MPLA, havendo relatos de que teria também adoptado uma postura de rejeição ao antigo Presidente provocando irritação a membros da família dos Santos. A rotura entre as partes, terá ganho notoriedade depois de no mês passado, um rapper Nice Zulu ter feito insinuações publicas sobre a vida privada de uma das filhas de JES, Tchizé dos Santos a Matias Damásio.

 

Ao ver-se injuriada, Tchizé dos Santos, responsável pela introdução de Matias Damásio nos corredores do palácio presidencial, contactou Matias Damásio para que repusesse a verdade sobre as acusações de Nice Zulu, ao que este se recusou. Ou seja, segundo informações Matias Damásio deixou de atender as chamadas telefônicas de Tchizé dos Santos e de todos os seus intermediário que a pedissem para desmentir a polemica levantada pelo rapper. A antiga deputada terá interpretado que Matias Damásio estaria a tomar proveito da situação e decidiu resolver de forma menos convencional.

 

Tratou-o publicamente de “ingrato” e também revelou que foi ela e seu esposo que o acolheram em Portugal, assinalando-se assim a rotura entre o Clã dos Santos, e o músico que se assumia como tendo José Eduardo dos Santos (JES) como seu segundo pai.

 

Num programa no instagram, Tchizé dos Santos acusou Matias Damásio de ser “chulo” e de não ter a coragem de assumir em público que o ex-presidente, José Eduardo dos Santos, seu pai, “o ajudou a obter uma residência com medo represálias de João Lourenço”.

 

“Isso é falta de carácter! Isso é ser um bajulador! No fundo, afinal nunca foi meu amigo, era bajulador, era oportunista, era interesseiro e nunca prestou”, disse a ex-deputada do MPLA, no vídeo gravado na rede instagram.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: