Luanda - Meu povo, meus irmãos penso que devemos encarar este assunto de mudança de partido não apenas por questão de opção ou boa escolha, mas sim de respeito. Nós vivemos num país supostamente com o sistema democrático multipartidário e não se admite que desde a sua fundação como república um único partido governe, isso é um absurdo, por mais inexperiente que outros sejam, pelo pouco ou mais militantes que os outros tenham, devemos dar a oportunidade a todos. Povo devemos encarar alternância de poder por uma questão de respeito. Tem se dito, que quando alguém comete erros e não é sancionado ou é perdoado sempre, essa pessoa nunca buscará fazer a coisa certa e é isso que acontece conosco povo angolano. O MPLA não nos respeita mais, nunca irá mudar e nunca governará para o povo se não for sancionado um dia em estar na oposição.

Fonte: Club-k.net

É assim nos países democráticos, vários modelos no mundo, como nos EUA, os republicanos e democratas, no Brasil MDB, PT, PSDB etc, Portugal PS, PPD/PSD, B.E., PCP, são algumas exemplos de países com o sistema multipartidário na qual os partidos mencionado já formaram governo e assim os partidos que concorrem preocupam-se em trabalhar para o povo que os elegeu, são vários os exemplos. No nosso país devemos buscar estes modelos, só assim teremos desenvolvimento.

 

Aos partidos políticos, MPLA que governa e os partidos da oposição não busquem se eternizar no poder, partilhem o poder. Estar a governar e estar na oposição faz parte do jogo político, as vezes precisamos estar na bancada para poder perceber as nossas falhas e estruturar melhor as nossas estratégias ou seja as vezes devemos perder para aprender a ganhar e por outra, num mundo em que vivemos, quem procura eternizar-se no poder corre o risco de ser responsabilizado pelas falhas ou fracasso deste país, fazendo com que o povo fique traumatizado em nunca voltar a ver novamente esse partido no poder. Governar um país é como governar as nossas vidas, nunca atingiremos a satisfação de dever cumprido porque a vida é um caminho infinito e que só se torna finito quando ela acaba, por mais que queiramos se manter no poder para corrigir ou melhor tudo, nunca atingiremos esse ponto, porque os problemas são sempre novos, a 20 anos atrás tínhamos um problema ou necessidade e hoje temos outros problemas.

 

MPLA dê o poder ao povo e que ele fará a sua escolha e povo reflita na alternância no sentido de obrigar quem governa á trabalhar para o povo.

 

Para reflexão e por uma questão de respeito

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: