Lisboa -  Divaldo Martins, esta em vias de ser transferido para província da Lunda-Sul para exercer funções de segundo comandante provincial da polícia. O Despacho foi deliberado pelo comando Geral da polícia de Angola a cerca de quatro semanas. O mesmo ainda não se mudou para a província referenciada por motivos académicos

 

Fonte: Club-k.net

É um dos quadros mais novos da cooperação com formação Universitária feita em Portugal (Ciências Policias). Logo após o seu regresso destacou-se em Luanda como porta-voz do comando provincial, chefe das operações e mais tarde afastado de todas as funções polícias dando azo a rumores segundo a qual estava a ser sacrificado pela “geração mais idosa” devido a visibilidade que dispunha através dos médias.


A transferência de Divaldo Martins  para as "lundas" é vista por “insiders” como promoção destinada a afastá-lo do corpo da polícia em Luanda mas sobretudo carregada de receios face a antecedentes de envio de quadros superiores que acabariam por regressar a Luanda em situação de vítima de emboscadas do regime.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: