Luanda - Os 30 computadores que o Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social entregou à RNA e mais 15 smartphones sofisticados para reportagem ainda não estão a ser usados para os fins destinados : apoio às áreas produção , ou seja , Redacção Central, estúdios e CTP.

Fonte: Club-k.net

Passado quase um mês desde a entrega, por iniciativa do ministro, ainda não estão nas áreas.


Há fortes suspeitas por parte dos trabalhadores, segundo Pedro Miguel ( (trabalhador e do núcleo sindical na RNA) de que o PCA, Marcos Lopes , e seus colegas do Conselho de Administração, estão a desviar os meios.


Entre os 30 computadores oferecidos , estão 10 oluwans - computadores topo de gama e só com a parte do ecrã que servem para um bom serviço de edição de textos e sons ( de que a DINF , reclama ). Suspeita-se que a demora na disponibilização dos meios seja devido a uma plano ardiloso de se substituir os meios com outros que estarão a adquirir no mercado ( menos sofisticados ) para colocarem nas áreas que necessitam e “ roubarem “ os novos oferecidos pelo Ministro .


O PCA que chamou para si a exclusividade dos meios e alega  que foi ele quem pediu ao ministro ( o que não é verdade , porque foi uma surpresa que o próprio ministro reservou fazer a todos os órgãos públicos que já visitou - todos receberam o mesmo número de meios ) , alega que os computadores não servem para às necessidades da RNA incluindo as províncias e a área de programas que vai ter nova redação.


Este é visto como um argumento falso , porque os computadores foram oferecidos para atender os estudos centrais ( prioridade áreas chave - como a DINF e estúdios ). São 5 estúdios que podem muito bem receber 5 dia 10 computadores sofisticados e os restantes 5 podem ser distribuídos sendo 2 para a DINF e dois para a Direcção de programas e um para a CTP. E os restantes 20 também podem ser distribuídos para a DINF, Direcção de Programas e Rádio Luanda e Rádio 5.


Pedro Miguel diz que este conselho não é de confiança e que já deveria ser varrido há muito tempo , e que tem olho grande nos meios que o ministro, com boa vontade , ofereceu . O tempo todo que estão a dirigir desastrosamente a empresa nunca meterem nem um computador novo nas áreas de produção e agora que ofereceram estão a tirar  e pede mesmo sindicância ao Conselho de Administração por má gestão dos meios.


O responsável do núncio sindical que conversa com os colegas das áreas de produção foi constatar a ausência dos meios oferecidos e nem sequer os celulares para reportagens com qualidade não aparecem e não se sabe o destino que vai dar e se vai disponibizar os 15 telefones ou  se vão roubar todos . Esta forma “pouco ortodoxa “ de gerir os meios que o ministro deu. 


Os trabalhadores da RNA dizem que não entendem como é que até agora não são exonerados .  Ultimamente já não põe os pés na Rádio. Vão quando lhes der na tola . Quer o PCA, a Administradora Paula Simons e o Administrador Fidel da Silva, a Administradora Ciria de Castro Cassoma e até o Administrador Cândido da Rocha Pinto . Esses estão se “ marimbando “ com a Rádio. O único disponível é o Administrador Cahilo , relatam os 3 funcionários da RNA .


O clima continua pesado e insustentável na RNA e os trabalhadores já estão fartos e cansados deste Conselho de Administração e esperam que o novo ministro tome medidas urgentes limpando a casa e afastando todo esse conselho de administração que não quer nada com a nossa rádio .



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: