Luanda – Foste lesado e está sem recarga para ligar e denunciar a ocorrência? Calma. Sem estresse, disque 126 e fale gratuitamente com um operador do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) e tudo fica resolvido. Pois, exigir a reparação de um direito é exercer também a cidadania.
                Ligação gratuita até as 18 horas
Fonte: Club-k.net
O INADEC tem a partir de hoje (terça-feira, 23 de Junho) disponível um Call Center cujo número é 126, para os consumidores poderem fazer denúncias ou reclamações contra os fornecedores que insistem violar a Constituição e a Lei de Defesa do Consumidor.

A linha, com o número 126, tem como objectivo dar apoio e atendimento a todos consumidores que se encontram no território nacional. Este contacto é totalmente gratuito para as duas redes de telefonia móvel (Unitel e Movicel), como também a rede fixa da Telecom.

“Ou seja, o cidadão consumidor a ligar para o Call Center 126 do INADEC não lhe será taxado nenhum valor, sairá a custo zero e é extensivo a todo território nacional”, disse uma fonte do INADEC, salientando, de igual modo, os esforços do Executivo, através do Ministério da Indústria e Comércio, em reforçar o espírito de cidadania dos consumidores lesados.

Segundo a nota do INADEC, enviada a redacção do Club-K, as chamadas serão gratuitas, anónimas e confidenciais e numa primeira fase vão trabalhar nos dias normais de trabalho (8H00/18H30) e posteriormente 24 horas por dia.

Entretanto, continuará em funcionamento o número (+244) 938 405 823 para atendimento ao Consumidor das 18 horas em diante, aos sábados e domingos, deixando assim de funcionar os demais números que serviam de apoio aos consumidores até a presente data.

Este portal sabe que este novo serviço de apoio do INADEC enquadra-se no âmbito das suas políticas em defesa dos direitos constitucionais do consumidor final. “O que INADEC fez, foi meramente cumprir com o que está disposto no art.º 35.º e o art.º 2.º da Lei de Defesa do Consumidor”, sublinha a nota.

“O nosso Call Center, com o número 126, servirá exclusivamente para receber reclamações, denúncias e dar apoio jurídico aos cidadãos consumidores”, assegurou a fonte, salientando, por outro lado, que “este número ajudará o Estado a ter a estatística dos tipos de reclamações na relação de consumo, a faixa etária dos consumidores em função a denúncia ou reclamação, como também poderá o Estado de certa forma ajudar a dirimir conflitos dentro da relação de consumo em tempo recorde mediante ao apoio jurídico prestado ao Consumidor.”



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: