Lisboa - A selecção do Togo afinal vai participar da Taça das Nações Africana, que começa no domingo, em Angola. Durante este sábado, houve informações que a selecção que sofreu um atentado terrorista na sexta-feira pretendia abandonar a prova.


Fonte: DN

«O Togo concordou continuar na competição», revelou à agência noticiosa Reuters uma fonte governamental angolana, ligada à organização da CAN.

 

Entretanto, O internacional togolês Thomas Dossevi exigiu o adiamento do início da Taça das Nações Africanas.

 

«O Togo exige que o início da competição seja adiado para que possamos enterrar os nossos mortos e depois regressarmos para jogar», afirmou o jogador do Nantes.

 

Refira-se que a Confederação Africana de Futebol reuniu-se hoje com as autoridades angolanas, exigindo condições de segurança em Cabinda, o que foi assegurado.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: