Luanda - O Governo do Togo decidiu fazer regressar ao país a sua selecção de futebol, assegurou o porta-voz governamental, Pascal Bodjona.

 

Fonte: DN

Esta decisão contraria uma fonte governamental angolana, que garantiu que o Togo iria disputar a Taça das Nações Africanas, que tem o seu início no domingo.


Esta declaração do Governo togolês é a primeira posição oficial sobre a desistência da selecção, depois de vários jogadores já terem dito que não estão dispostos a participar na competição. O Manchester City já adiantou também que Emmanuel Adebayor, "capitão" e principal figura da selecção, está de regresso a casa, não estando disposto a competir em Angola.


Nesta altura, não há indicação de que as outras três equipas cujos jogos estão agendados para Cabinda (Costa do Marfim, Gana e Burkina Faso) queiram boicotar a competição.


Notícia em actualização



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: