Luanda - Suas Excelências Chefes de Estado e de Governo, Excelentíssimo Senhor Presidente da Assembleia Nacional, Excelentíssimo Senhor Primeiro-Ministro, Excelentíssimo Senhor Presidente da Fifa, Excelentíssimo Senhor Presidente da Caf, Excelentíssimo Senhor Presidente da Faf, Excelentíssimos Membros do Governo, Distintos Convidados, Minhas Senhoras e Meus Senhores.

 
Eis-Nos chegados ao momento tão aguardado pelo povo angolano de Cabinda ao Cunene.

 
Sentimo-nos honrados por esta competição desportiva se realizar no nosso país, pois nela vão participar as melhores selecções e os melhores jogadores de futebol do continente africano.
 

Vamos, sem dúvida, assistir a magníficas partidas, bem disputadas e bastante emotivas.

 
Todas as equipas lutarão justificadamente pelo título máximo, mas estou certo de que todos os atletas também saberão elevar a camaradagem e o "fair-play" acima de todas as circunstâncias.
 

Angola fez tudo para proporcionar comodidade e bem-estar a todos os participantes e respectivos apoiantes, a todos os espectadores em geral.
 

Criou as condições técnicas e materiais indispensáveis para o êxito deste evento, que consideramos como o maior acontecimento desportivo de África.
 

Espero que todos os que se deslocaram a Angola para viver estes momentos de sã competição e convívio se sintam como se estivessem nos seus países.
 

O povo angolano oferece-vos a sua hospitalidade e calor humano, a beleza das suas paisagens e a riqueza das suas manifestações culturais.
 

Que este grande evento desportivo contribua de facto para o reforço da amizade e do conhecimento recíproco entre os povos do nosso continente e sirva para os unir ainda mais na luta por um mundo de paz, democracia, desenvolvimento e progresso social.
 

Desejamos igualmente que em todos os jogos deste campeonato prevaleça a verdade desportiva e que todas as equipas se saibam respeitar entre si, contribuindo assim para conferir ao futebol toda a magia e beleza que o elevaram à categoria de desporto mais aplaudido em todo o mundo.

 
Um ataque terrorista teve lugar perto da fronteira entre o Congo Brazzaville e a província de Cabinda e causou a morte de dois membros da delegação togolesa.


 

Condenamos este acto vergonhoso, mas a competição em Cabinda vai continuar em homenagem a estas saudosas figuras do desporto africano e internacional.
 

Os amantes de futebol espelhados por todos os continentes têm os olhos postos nas quatro cidades angolanas onde vai decorrer o Can Orange Angola 2010.
 

Peço para não os desiludirmos, mas para lhes darmos, pelo contrário, a possibilidade de assistirem a um espectáculo belo e inesquecível.
 

Desejo a todas as selecções muitas felicidades e que vença a melhor!

 

declaro aberta esta vigésima sétima edição da taça de África das nações Orange Angola 2010!
 

Estamos juntos!



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: