Luanda - 1. Ponto prévio: não sou, nunca fui e, espero, nunca vir a ser membro de qualquer partido político. Respeito todos!

Fonte: Club-k.net

2. Sou, entretanto, paladino da sociedade pluralista e livre, em que as diversas sensibilidades e perspetivas de sociedade estejam representadas, construindo, desta forma, a unidade do mosaico que é a nossa realidade.


3. Depois do parto doloroso deste País , com muito sangue vertido inutilmente, ao permitirmos que, por causa das nossas desavenças, nos tivéssemos transformado no campo de batalha preferencial da luta entre as grandes potências; depois de termos tido um País transformado em cemitério dos seus filhos e filhas que se digladiavam por pensarem diferente, em 1991 começou a surgir uma luz no fundo do túnel.


4. Esta luz se tivesse sido bem aproveitada estaríamos longe. Vendo bem, parece ter sido o início da gangrena da corrupção que hoje sufoca todas as boas intenções, por melhores que sejam.


5. Tivemos outra grande oportunidade em 2002, com o alcance da paz. Dinheiro da China, petróleo em alta (que jamais voltará) não nos levaram a criar um País forte, antes, pelo contrário, criamos um elefante com pés de barro.


6. Nem mesmo a crise de 2008 nos despertou para uma melhor abordagem. Pelo contrário, deu-se início à actual Constituição que é, em meu entender, um grande retrocesso na estrada da democracia.


7. É impossível construir a democracia com uma Constituição não democrática e, consequentemente, com leis não democráticas, e, por conseguinte, com legislação avulsa não democrática. É impossível!


8. A democracia não se resume na realização periódica de eleições! Já vimos os que ganharam com 99,99%, que exoneravam e nomeavam a seu bel prazer, a serem esquecidos e humilhados depois de abandonarem o poder.


9. A democracia é a respiração do mundo civilizado que permite a liberdade de escolha dos líderes e a possibilidade de construir uma oposição que obrigue os detentores do poder a trabalharem com zelo, competência e integridade moral.


10. O que está a acontecer com o PRA-JA SERVIR ANGOLA é uma vergonha para um País ê um péssimo precedente para a história política do nosso País. Descredibiliza o nosso sistema de justiça e gera desconfiança nos investidores estrangeiros que ficam sem garantias jurídicas em caso de eventual confronto com algum detentor do poder.


11. Espero que alguém, de boa fé, me convença que a APN de Quintino Moreira tenha mais adeptos que o PRA-JA SERVIR ANGOLA!!


12. A maior urgência democrática do nosso País, hoje, é mandar para a fogueira a actual Constituição e , caso não haja tempo para outra melhor, buscar de volta aquela de 91-92 que era bem melhor.


13.Há urgente necessidade dos freios e contrapesos que garantem os equilíbrios.
NÃO BASTA ESTAR LEGISLADO PARA SER BOM !


14." Corrigir o que está mal e melhorar o que está bem" não deve ser uma simples retórica! Deve passar para a acção! Caso contrário continuaremos a importar palitos de limpar os dentes mesmo tendo a segunda maior floresta tropical do Mundo!!!

Belmiro Chissengueti - 26/7/2020

Ou o Direito mudou muito desde que deixei a UCAN ou não passo de um nabo que estudou sem entender absolutamente nada!

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: