Lisboa – O jornalista da TPA, Edgar Sousa Marques da Cunha faleceu nesta quarta-feira, em Lisboa, vítima de prolongada doença, aos 58 anos de idade,  segundo anunciaram os seus colegas de profissão,  que o consideram  “um grande homem da comunicação”.

Fonte: Club-k.net

Por via de um fórum de jornalistas no Whatsup, o seu colega Ernesto Bartolomeu com quem  partilhou várias sessões de apresentação do telejornal revelou-se “altamente triste”, declarando que “O Edgar era uma das pessoas mais puras que conheci na vida”.

 

Edgar Cunha foi durante décadas um dos principais pivô dos noticiários da TPA, na qual ingressou desde 1991. Na condição de profissional da comunicação social integrou caravanas presidenciais ao estrangeiro dentre as quais uma ida ao Vaticano em que foi saldado pelo falecido Papa João Paulo II. Em 2011, foi nomeado para o cargo de  adido de imprensa de Angola em Cuba, onde permaneceu por quatro anos.

 

Nos últimos meses, o jornalista formado pelo ISPRA,  estava a tratar-se de um câncer  recebendo  tratamento no Instituto Português de Oncologia, na capital portuguesa, onde veio a falecer na manha de hoje.

 

Edgar Cunha deixou viúva e dois filhos, dentre os quais, Patrick Cunha (35), professor da Universidade Lusíada de Angola.




DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: