Saurimo - Um cidadão de 39 anos de idade, que se fazia acompanhar de um teste falso de covid-19 e declaração de viagem, foi detido hoje, segunda-feira, pelos Serviços de Investigação Criminal (SIC) no posto de controlo do rio Chicapa, na província da Lunda Sul.

Fonte: Angop

Trata-se de um camionista que transportava diversos produtos alimentares à província da Lunda Sul, proveniente de Luanda, epicentro da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

 

Em declarações à imprensa, o porta-voz da Delegação Provincial do Ministério do Interior, Florêncio de Almeida, disse que depois de ter sido detido o acusado será encaminhado às autoridades sanitárias, que, após o rastreio (despiste da temperatura), vai cumprir a quarentena institucional e, posteriormente, remetido ao SIC para a instrução de um processo-crime.

 

O oficial da corporação reiterou a necessidade do cumprimento das medidas de biossegurança por parte dos camionistas e população em geral, para se evitar a propagação da doença, uma vez que os números de casos positivos sobem diariamente.

 

De lembrar que este é o segundo caso do género na província.

 

Cumprimento das medidas de biossegurança

 

O Gabinete municipal da Cultura, Turismo e Juventude e Desporto do município de Saurimo (Lunda Sul) encerrou hoje, segunda-feira, quatro salões de beleza e uma igreja, por incumprimento das medidas de prevenção contra à Covid-19.

 

Em declarações à Angop, o director municipal da Cultura, Turismo e Juventude e Desportos, António Izumbo, disse que as igrejas e salões, por terem receitas próprias, podem criar as condições mínimas de biossegurança e outros meios para a prevenção da Covid-19, caso não serão encerradas.

 

Reforçou o apelo para o cumprimento escrupuloso das medidas sanitárias do país, nomeadamente o uso de máscaras faciais e o respeito pelo critério de distanciamento físico durante as cerimónias litúrgicas.

 

No âmbito das medidas de prevenção impostas pelo Estado para conter a propagação do vírus, as instituições religiosas poderão celebrar actividades quatro dias por semana, sendo que os restantes são reservados à higienização dos locais de culto.

 

Deverão higienizar as superfícies, as mãos à entrada dos locais de culto, uso obrigatório de máscara facial, distanciamento de, no mínimo, dois metros entre fiéis, ventilação constante dos espaços de culto e higienização obrigatória, após cada celebração.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: