Lisboa - Irene Alexandra da Silva Neto, a filha do malogrado Presidente Antônio Agostinho Neto é citada, círculos restritos, como estando, há já alguns anos, num quadro de afastamento quanto ao   esposo Carlos Manuel de São Vicente, de quem está casada há 35 anos.

Fonte: Club-k.net

SUIÇA BLOQUEOU 900 MILHÕES DA CONTA DO ESPOSO

Antes do nome do esposo São Vicente ter surgido em destaques na imprensa, ligado ao congelamento de 900 milhões de dólares de uma conta sua na Suíça, o casal há muito que deixou-se ser visto juntos e associados a manifestações de uma separação formal. 


Apesar do sigilo a que o assunto sempre  foi remetido concorreram, por outro lado, informações de que a formalização de um alegado  divorcio chegou a ser admitida mas ao mesmo tempo desencorajado  na sequencia de apelações atribuídas a Maria Eugenia Neto, apelando pela  conservação da integridade da família.

 

Irene Neto que é médica oftalmologista terá reconsiderado as apelações da mãe mas por outro lado saiu de casa. Renunciou o parlamento na  última legislatura e há mais de três anos que foi viver em Cardiff , uma discreta cidade portuária na costa sul do País de Gales, na Inglaterra. Com ela, foi a filha mais nova que está a frequentar os estudos universitários na Europa. 


A antiga deputada do MPLA, tem ido a Luanda, para questões pontuais. Em meados de 2018, esteve no país para participar no congresso extraordinário do MPLA, que substituiu José Eduardo dos Santos por João Manuel Gonçalves Lourenço, candidato que chegou a propor-lhe como candidata para Vice-Presidente do partido. Os militantes votaram uma outra lista encabeçada por Luísa Damião.

 

Fontes conhecedora do seu temperamento, acreditam que ao ver o esposo a desonrar o nome da família em escândalos financeiros, esta antiga parlamentar, pode vir a fazer um pronunciamento distanciando-se da conduta  do seu companheiro de três décadas. Está é a primeira vez que a família do saudoso Presidente Agostinho Neto vê-se envolvida em problemas de transferencias de  fundos públicos..

 

Por outro lado, há analistas em Luanda considerando que Irena Neto poderá estar  numa situação constrangedora tendo em conta que documentos do tribunal da suíça apontam  que o esposo abriu, em bancos deste país europeu, contas em nome dela e também dos filhos. Desde que este escândalo “explodiu”, Irene Neto já foi alvo de criticas publicas  por parte de uma filha de José Eduardo dos Santos, Tchizé dos Santos, havendo agora receios que a sua ex-colega de partido  também traga a público dados embaraçosos como  é o caso do seu escritório médico,  situado num edifício, na baixada de Luanda,  erguido com fundos das AAA.

 

O paradeiro do esposo  Carlos Manuel de São Vicente é desconhecido. Informações desencontradas alegam que antes da crise do Covid-19, teria se ausentado do país, ficando-se por se saber se já regressou. No passado dia 10 de Junho, a sua assessoria de imprensa, fez sair em comunicado para rebater uma notícia do Club-K, que alertava que o mesmo estava a ser investigado pelas autoridades angolanas devido aos negócios envolvendo as AAA. Na resposta, o gestor das AAA, declarou-se como um investidor de relevo em Angola, que “sempre investiu à a luz do dia em seu nome sem precisar de esconder nada” e que “orgulha-se da contribuição que dá à economia de Angola, dos impostos que paga, dos empregos que cria e dos serviços que presta em todo o país”.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: