Lisboa – O diretor de gabinete do Presidente do Conselho Superior da Magistratura Judicial (CSMJ), João Antônio Francisco é referenciado como tendo criado nas redes sociais o personagem 'Anacleto Viena' que assina textos fazendo-se passar por “Juiz de Direito” atacando a Associação dos Juízes de Angola (AJA).

Fonte: Club-k.net

Em defesa do Presidente do Tribunal Supremo 

Em finais de Agosto, a Associação dos Juízes de Angola (AJA) criticou a conduta do Presidente do Tribunal Joel Leonardo, em desautorizar o Tribunal Provincial de Benguela fazendo um despacho em que transformava o Conselho Superior da Magistratura Judicial numa espécie de órgão de topo dos tribunais.


Na sequencia da “chuva” de criticas, o diretor de gabinete Antônio Francisco viu-se tocado com as criticas a Joel Leonardo optando por criar o nome “Anacleto Viena” para assinar textos nas redes sócias para ultrajar e desacreditar o líder do Associação dos Juízes de Angola, Adalberto Lourenço.


Nas vestes de “Anacleto Viena”, Antônio Francisco apresentou-se como sendo Juiz de direito a 13 anos, levantando suspeitas de se estar de frente a um embuste pelas incongruências no seu texto. Por outro lado o Club-K, pesquisou a base de dados com a listas dos juízes que foram admitidos há 13 anos e o nome de “Anacleto Viena” é inexistente. Fonte  da “magistratura” revelou  ao Club-K, ter sido ideia do Antônio Francisco em criar o juiz fantasma para defender a imagem do Presidente do Tribunal Supremo, Joel Leonardo.

Loading...

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: