Luanda - A Federação Angolana de Futebol (FAF) criou hoje um grupo de trabalho para conceber as condições técnicas, jurídicas e materiais para a constituição de um "organismo autónomo", uma futura liga de clubes no país.

Fonte: Lusa

Em nota de imprensa, enviada à Lusa, a FAF refere que a criação do referido grupo técnico foi efetivada hoje com a assinatura do "Memorando de Conformação" dos representantes dos clubes da primeira divisão.


A decisão, diz o organismo que coordena o futebol angolano, surge em cumprimento de uma deliberação da assembleia geral ordinária realizada em 14 de agosto.


Integram o grupo técnico de trabalho membros do conselho jurisdicional, do conselho técnico desportivo, do conselho de arbitragem e do conselho de disciplina da FAF e três representantes indicados pelos clubes.


Fernando Alves Simões, ex-presidente de direção do Interclube, é um dos coordenadores do grupo técnico em representação dos clubes.


A pretensão de se criar um grupo de gestão do Girabola visando "melhores condições" para o início e desenvolvimento do futebol, com realce para a criação de uma "comissão instaladora para a institucionalização" da liga de clubes de futebol de Angola foi deliberada, em junho passado, numa reunião dos presidentes dos clubes do campeonato.


Naquela ocasião, a direção da FAF saudou, em comunicado de imprensa, a iniciativa dos clubes, apontando, no entanto, "alguma confusão na interpretação do modo e forma da concretização" de tal desiderato.


No comunicado, datado de 11 de junho de 2020, a FAF referia igualmente que uma comissão instaladora "não tem competência para organizar qualquer tipo de competição".



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: