Luanda - Quem conhece Angola, certamente sabe que é um país de 1.246.700 quilométros quadrados de superficie. Um país rico em Petróleo, Diamante, Cobre, Terreno ideal para agricultura, Peixe, Madeira, país ideal para especulação de preços de vendas de productos enfim, sem dúvidas nossa angola é rica.

Fonte: Club-k

Se é rica, país do futuro, qualquer uma outra denominação que alguém poderia apelida-lo, Angola é ainda um país com uma população miserávelmente pobre, de iletrados e de analfabetos sociais. É aqui, onde defender os discursos de um lider autocrata passou a ser para certas individualidades, tidas como intelectuais, um passaporte para uma vida melhor mesmo que tal defesa indique uma clara intenção do sequestro do futuro de Angola o que importa é agradar a Hiérquia.



Se a taxa do nivel de vida é de 41 anos de idade, para estes lhes convéem apenas dizer: o governo esta a desenvolver varios projectos lilás, azuis, castanhos, rosas, roxos "qualquer uma outra cór que exista mesmo as que não" para a melhoria de vida das populações. O tempo passa, e a taxa de nivel de vida desce para 39, cade o projecto roxo e lilás? É só bajulação...


O leitor que conhece a angola real e, não a ilustrada, certamente não imagina que é nela onde vive o único homem no mundo que ao invés de doar bens a instituições de caridade para ajuda humanitária (embora acidentalmente ja tenha mostrado alguma soliedariedade) esbanja dinheiro. De quem o colunista fala ou pretende falar? Eís a quetão.


O mundo esta cheio de exemplos de personalidades que fruto do passado vivido ou mesmo movidos pelas causas soliedarias talvéz influenciados pelas parabólas do semeador em Mateus 13:12-14: Porque àquele que tem, se dará, e terá em abundançia; mas àquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado. Por isso lhe falo por parabólas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem. E neles se cumpre a profecia de isaias, que diz, ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, e, vendo, vereis, mas não percebereis(f.c). Assim sendo cito algumas delas: É o caso da princesa Diana, Michael Jackson, Jay z, Bob Geldof, Bill Gates, Wyclif Jean's, Madonna, Lazaro Ramos enfim e porque não citar Mantorras e Paulo Flores ambos enbaixadores da boa vontade?.
Bem, se são enbaixadores da boa vontade ou influenciados por parabólas do semeador, a verdade é que todos estes indivíduos não superam o misterioso homem motivo pelo qual esta crónica foi feita e que já não constui mistério: Bento Kangamba.


Kangamba é o nome de quem a juventude mais fala quando se trata de gastar dinheiro, torrar dinheiro, ou seja, esbanjar dinheiro! chegar num dos mercados informais da capital Luanda, e simplesmente ao abrir o vidro do seu carro começar a deitar notas verdes, dar 200 dólares a cada indivíduo (adepto) que disponibilizar-se em apoiar o tal Kabuscorp do Palanca. O caso mais recente é o do VI Congresso do MPLA, onde o ainda apelidado de o Empresario da Juventude ofereceu a cada colega seu 350 dólares.


É por estas e por outras que curiosidade ao colunista não faltarão, pois num país como angola acontecer epsódios de género, não vejo formas de desconcordar com os Doadores Internacionais, quando estes afirmam que a miséria em angola é da vontade dos governantes Angolanos. Se lembrarmos as afirmações de Bob Geldof nesta crónica com certeza que a governante que não irá dormir sem antes pensar em mim.


Kangamba é uma figura politica e deve saber como ajudar e não deitar, torrar ou esbanjar. Se o dinheiro tras-lhe alergia (o leitor sabe que dinheiro de suór nunca traz) o melhor é criar uma Fundação para efeitos Tecnoprofissional, Cultural, Social, Desportivo e etc.


Mas se por um lado sabemos como Paulo Flores, Mantorras, Bob Geldof, Michael Jackson, Jay z, Madonna, Wyclif Jean's entre outras personalidades conseguiram as propriedades que possuem, o outro mostra-nos o inverso. Ou seja, não se sabe como o único homem no mundo que ao invés de doar...esbanja dinheiro, adquiriu as propriedades que possui.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: