Lisboa – A Presidência da República acolhe na sua estrutura desde 2019, um novo organismo que na visão de observadores, em Luanda, desenvolve atividades semelhantes as praticadas pelos extinto Gabinete de Revitalização da Comunicação Institucional e Marketing da Administração do Estado (GRECIMA), da era de José Eduardo dos Santos.

Fonte: Club-k.net

De acordo com documentos, o “novo” GRECIMA atende pela designação oficial de Centro de Imprensa da Presidência da República (CIPRA). Consta nas suas atribuições a missão de prestar apoio técnico a Secretaria para os assuntos de comunicação institucional e imprensa da Casa Civil do Presidente da Republica.

 

O CIPRA - que funciona nas instalações do antigo GRECIMA - é dirigido por um diretor dos serviços dos órgãos auxiliares do PR e compreende nas sua estruturas dois departamentos a saber: O departamento de analises, projectos e marketing e o departamento de redação de conteúdos jornalísticos.

 


A figura que dá o rosto pelo CIPRA, é Alberto Colino Cafussa, um jornalista oriundo do Jornal de Angola mas que desde Maio de 2019, fora nomeado como consultor da Secretaria para os assuntos de comunicação institucional e imprensa da Casa Civil do Presidente da República.

 

Antigo chefe de redacção do extinto jornal “Semanário Económico”, Cafussa é também docente universitário e membro do comité de especialidade do MPLA. Nas eleições de 2012, trabalhou para um “task” do Jornal de Angola - constituído por Arthur Queirós e José Ribeiro - que tinha a tarefa de produzir conteúdos destinados a por em causa, as propostas de governação apresentadas pelos partidos oposição.

 



 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: