Luanda – O Serviço de Investigação criminal (SIC) prendeu recentemente o antigo diretor da Casa da Juventude de Viana por pesarem sobre si, o comando da invasão e burlas na venda de terrenos naquele município.

Fonte: Club-k.net

Sérgio José dos Santos igualmente sócio gerente da empresa angolana “Amazon” andava a ser procurado pelas autoridades, desde Setembro de 2020, altura em que a PGR junto a 45 esquadra da Policia Nacional de Kapalanga, Viana, o notificou para prestar esclarecimento a volta do processo 16752/20-VN. Apesar de ter sido avisado que “a falta era punível nos termos da lei”, o antigo responsável da Casa da Juventude não atendeu a convocatória.

 

Desde então, Sérgio José dos Santos foi dado como procurado por burla e venda ilegal de terrenos em Viana, em conluio com agentes da fiscalização da Administração Municipal tendo as autoridades anunciando que quem soubesse do seu paradeiro que deveria contactar um instrutor da PGR identificado por “Baltazar”.

 

Antes da sua detenção, as autoridades realizaram diligências para ir à busca de um técnico da Gestão Urbana de Viana, Augusto Ngola para fazer vistoria a um dos terrenos em litigio. Nas investigações foi também identificado um cumplice Cândido Quizembe, apresentado como “um dos principais membros da gang dos terrenos em Viana, chefiada pelo antigo director da casa da juventude de Viana”.

 

“Este tem incentivado os invasores a prosseguirem com a sua actividade. Estamos a seguir todos os trâmites administrativos para que sejam demolidas as obras ilegais construídas no terreno que foi concessionado uma vez que a sua usurpação e burla protagonizada pelo empresário Sérgio Santos do Grupo Amazonas tem contornos de crimes”, descreveu uma fonte que acompanha o processo.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: